Martagão Gesteira tem 20 funcionários com coronavírus

O Hospital Martagão Gesteira possui 20 funcionários com resultado positivo para o novo coronavírus (Covid-19), segundo nota da própria unidade filantrópica de saúde pediátrica.  Dentre os pacientes, são 4 casos confirmados até esta terça-feira (5).

Na unidade, 83 profissionais foram submetidos ao teste para o diagnóstico da doença. Além dos 20 casos confirmados, outros 36 apresentaram sintomas da enfermidade e esperam os resultados do exame. Tanto os funcionários infectados pelo coronavírus quanto os com suspeita da doença foram afastados das atividades no hospital.

Até esta terça, foram investigados 76 casos de pacientes, segundo o hospital. Do grupo, 57 tiveram o resultado negativo e 15 ainda aguardam resultado. Recentemente, uma criança foi curada e recebeu alta – o primeiro entre os 4 pacientes infectados a sair do hospital. 

Em nota, o hospital afirma ter destinado uma enfermaria inteira e uma UTI com 10 leitos exclusivamente para tratar os casos suspeitos e confirmados da Covid-19.

Ainda segundo o hospital, a medicina ocupacional da instituição construiu um protocolo baseado em manual da Anvisa para fazer uma busca ativa dos casos dentre os funcionários da unidade. “Os profissionais sintomáticos são imediatamente afastados e testados. Os profissionais afastados são monitorados, por telefone, pela Medicina Ocupacional e recebem orientações tanto para eles quanto para os familiares”, pontua.

Em nota, o Martagão ressalta que os profissionais de saúde costumam trabalham em mais de um local. “O Martagão ressalta a preocupação com profissionais, pacientes e familiares. As ações adotadas pelo Martagão têm o objetivo também de ajudar a prevenir o contágio e transmissão do vírus”, aponta o texto enviado pela instituição.

O Hospital Martagão Gesteira informa ainda ter adotado todas as medidas preventivas contra o coronavírus para garantir a segurança dos pacientes, familiares e colaboradores, de modo a combater o contágio e transmissão do novo coronavírus dentro da unidade. Devido às infecções na unidade, as medidas de prevenção adotadas desde o início da pandemia são intensificadas.

Medidas adotadas pelo hospital:

Destinação de setores exclusivos (enfermaria e UTI) para casos suspeitos e confirmados;

Distribuição de equipamentos de proteção individual;

Mudança do fluxo de acesso de pacientes com suspeita ou confirmação com Covid-19, com criação de protocolos específicos para a circulação deles, caso necessário;

Criação da campanha de etiqueta respiratória para colaboradores e acompanhantes;

Triagem para pacientes de outras especialidades médicas;

Criação do projeto “Cuidando de quem cuida” para fortalecer a comunicação com profissionais e protocolos de coleta e avaliação de sintomas respiratórios;

“Blitz” para verificar uso adequado de EPIs;

Fortalecimento da campanha de higienização de mãos;

Suspensão de visitas e restrições para a troca de acompanhantes;

Campanha para uso adequado de EPIs;

Ouvidoria exclusiva por telefone;

Instalação de pias na parte externa do hospital;

Restrições do número de pessoas por mesa no refeitório;

Fonte: Correio