Sobre Moro: 'Em momento algum, ele disse que cometi crime', diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) repercutiu na tarde desta terça-feira (5) a divulgação na íntegra do depoimento de oito horas do ex-ministro Sérgio Moro à Polícia Federal.

Bolsonaro fez questão de ressaltar que o ex-juiz da Lava Jato não trouxe nenhuma prova de que ele tenha cometido qualquer crime ou interferência na troca de comando da Polícia Federal. 

“Vou ler com atenção as dez páginas do depoimento para entender melhor as acusaçoes dele, mas pelo o que sei, em momento algum, ele disse que eu cometi crime”, disse o presidente.

Sobre a mudança na superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro, citada por Moro em seu depoimento, Bolsonaro disse que a imprensa tem forçado a barra e voltou a negar estar praticando interferências na Polícia Federal para acobertar ele ou os filhos.

“Assumiu, no dia de ontem, o novo surpreendente, e eu que nomeio de acordo com a lei um cargo como esse. Nosso novo chefe da PF convidou o superintendente do Rio para ser diretor-executivo. Então, como que agora me acusam de convidar o que seria um desafeto meu para ser o 02 da PF?” questionou Bolsonaro. 

“E digo mais, nem eu nem meus filhos respondem processos jutntos à PF. Não estamos sendo investigados pela PF. Eles não estão sendo investigados. Isso é fácil saber. É mentira em cima de mentira”, concluiu o presidente. 

Fonte: Agencia Brasil