Com suspeita de coronavírus, diretor do BC não participa de reunião do Copom

A reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) que reduziu os juros básicos da economia para 3% ao ano teve uma ausência. Com suspeita de ter contraído Covid-19, o diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do Banco Central (BC), João Manoel Pinho de Mello não participou do encontro.

Em nota, o Banco Central explicou que, na semana passada, todos os membros do Copom foram testados para a doença. O primeiro resultado do exame de Pinho deu positivo, mas um segundo teste deu negativo. Com dois resultados distintos, o BC recomendou um terceiro exame para a contraprova, mas não houve tempo para o teste.

Como as reuniões do Copom são presenciais, o próprio diretor decidiu não participar do encontro por prudência. Segundo o BC, João Manoel está assintomático, com boa saúde e continua desempenhando as funções de maneira remota.

No podcast Tempo Hábil Entrevista: as etapas do desenvolvimento da vacina para o novo coronavírus

A reunião do Copom dura dois dias. No primeiro dia, participam chefes de departamentos, que apresentam resultados e projeções para os diretores e o presidente do BC, Roberto Campos Neto. No segundo dia, apenas os diretores e o presidente do órgão se reúnem para tomarem a decisão final sobre a taxa Selic (juros básicos da economia).

Fonte: Agencia Brasil