Internado com o novo coronavírus, escritor Sérgio Sant'Anna morre aos 78 anos

O escritor carioca Sérgio Sant’Anna, um dos maiores autores em atividade no país, morreu na madrugada deste domingo (10), aos 78 anos, em decorrência da Covid-19. Ele estava internado desde o domingo (3), no hospital Quinta D’Or, no Rio de Janeiro.

De acordo com seu filho, o também escritor André Sant’Anna, o pai vinha melhorando e saindo da sedação —mas teve uma parada cardíaca nesta madrugada.

O escritor trafegou em diversos gêneros da literatura e se tornou um dos grandes nomes do conto brasileiro – ao lado de Rubem Fonseca e Dalton Trevisan.

Seu último livro inédito foi “Anjo Noturno”, de 2017. No ano passado, ele, que era advogado de formação, completou 50 anos de carreira literária. Seu primeiro livro de contos, “O Sobrevivente”, com dinheiro emprestado do pai.

 

(com informações da Folha de São Paulo)

Fonte: Agencia Brasil