Rio terá terceiro hospital de campanha para tratar pacientes com Covid-19

Será inaugurado na segunda-feira (11) o terceiro hospital de campanha na cidade do Rio de Janeiro, construído para atender pacientes de Covid-19. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (8) pelo governo do Estado, responsável pela unidade, localizada no Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca, zona oeste da capital.

O Hospital de Campanha do Parque dos Atletas vai entrar em funcionamento com 100 leitos e, a partir do dia 22, o número será ampliado para 200, sendo 50 de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 150 de enfermaria. Os pacientes serão encaminhados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O custo total do hospital, para 120 dias de funcionamento, será de R$ 50 milhões, pagos por meio de patrocínio da iniciativa privada. As empresas envolvidas são Movimento União Rio, Stone Pagamentos, Mubadala, Qualicorp, SulAmérica Seguros, Vale e Banco BV, além da Rede D’Or, que cuidou da construção e fará também a gestão da unidade.

Outros hospitais de campanha

O governo informou também que o Hospital de Campanha Lagoa-Barra, no Leblon, zona sul da cidade, passa a oferecer 200 leitos a partir deesta segunda-feira. Ele foi inaugurado no último dia 25 e opera com 160 leitos, sob gestão da Rede D’Or. As duas unidades contam com estrutura de alta complexidade, como respiradores, monitores cardíacos, tomógrafo digital, ultrassom, ecocardiógrafo e análises clínicas.

Pela rede municipal, a prefeitura inaugurou, no dia 1º de maio, o Hospital de Campanha do Riocentro, em Jacarepaguá, na zona oeste, com 100 leitos funcionando. Os equipamentos para a abertura dos 400 leitos previstos na unidade chegam ao Rio até segunda-feira.

Mais de 1.100 na fila

Segundo a prefeitura do Rio, em toda a rede SUS, que inclui unidades municipais, estaduais e federais, há 1.585 pacientes internados com suspeita ou confirmação de covid-19, sendo 443 deles em UTI. Com isso, a taxa de ocupação na rede SUS no município estava em 92% para leitos de UTI e 95% em enfermaria para pacientes com suspeita de Covid-19. Há ainda 1.115 pessoas na fila, aguardando transferência para estes leitos dedicados, sendo 332 para UTI.

Está prevista ainda a instalação de hospitais de campanha no Complexo do Maracanã, em São Gonçalo, Duque de Caxias, Campos dos Goytacazes, Casimiro de Abreu e Nova Friburgo. Também será construído uma unidade modular em Nova Iguaçu.

Fonte: Agencia Brasil