Prefeito ordenou testagem em filhas e namorada após caso de coronavírus no gabinete

Prefeito de Salvador, ACM Neto seguirá em isolamento ao menos até receber os resultados de seu exame sobre coronavírus. A medida foi tomada após o chefe de gabinete do gestor, Kaio Moraes, testar positivo para covid-19.

ACM Neto afirmou que está assintomático mas, caso o exame aponte que ele foi infectado pelo vírus, seguirá trabalhando de casa utilizando seu computador e telefone para acompanhar os movimentos da cidade na luta contra o novo vírus. Além disso, o prefeito declarou que tem “toda a confiança no vice-prefeito Bruno Reis”, o primeiro na linha sucessória da capital baiana.

Em entrevista coletiva por videoconferência que deu nesta quinta-feira (14), ACM Neto aproveitou para afirmar que encomendou testes para suas duas filhas, Marcela e Lívia Magalhães, para sua namorada Mariana Barreto e funcionários que trabalham em sua residência pessoal.

“Caso eu tenha problemas físicos como as fortes dores de cabeça e os outros sintomas, já há uma linha de comando clara na prefeitura. O vice-prefeito assume de imediato. Tem conhecimento de toda a cidade, operação do coronavírus e competência para resolver tudo que for preciso”, afirmou o prefeito.

O prefeito também afirmou que em reunião por videoconferência realizada com secretários municipais, ele ordenou que todos deixassem “desenhada a linha sucessória para que saibam como atuar em momento assim”.

“Nós temos uma equipe que funciona como se fosse uma orquestra. Cada um sabe qual seu papel, que trabalho deve desempenhar. Essa equipe não depende da figura física do prefeito para todo o mundo estar na rua vestindo a camisa. Uma das grandes conquistas destes 7 anos nossos foi fazer com que cada funcionário se sinta um pouco prefeito da cidade”, disse ACM Neto.

No mesmo dia da confirmação do chefe de gabinete Kaio Moraes, o secretário de saúde de Salvador, Leo Prates, anunciou que os dois filhos foram diagnosticados com covid-19. 

Além das crianças, duas irmãs e dois cunhados do secretário foram infectados pelo novo coronavírus. Em mensagem publicada em sua conta no Twitter, Leo contou que também foi submetido a exames para detectar a doença, mas o resultado deu negativo.

*com supervisão da subeditora Clarissa Pacheco

Fonte: Correio