Donos de pousada e lancha são multados por levar turistas à ilha baiana

O dono de uma lancha e o proprietário de uma pousada foram multados, nesta quinta-feira (14), por transportar e hospedar turistas de forma clandestina no município-arquipélago de Cairu, no Baixo-Sul da Bahia.

O grupo de pessoas chegou a bordo da embarcação através da Praia da Gamboa, localidade logo ao lado da famosa Morro de São Paulo, um dos principais destinos turísticos do estado. Eles foram flagrados por moradores, que denunciaram a situação à prefeitura.

A administração municipal restringiu desde 19 de março o transporte de chegada e saída da região para evitar a disseminação do coronavírus na cidades e suas ilhas, que têm baixa cobertura médica e dificuldades de deslocamento. Desde então seis lanchas já foram autuadas e multadas por descumprir a medida.

O serviço de hospedagem na cidade também já é proibido desde 30 de março, quando as renovações de check-in em hotéis e pousadas não foram mais permitidas. 

Após a Guarda Municipal e Polícia Militar confirmarem a chegada ilegal e observarem o descumprimento dos decretos, o dono da pousada foi multado em R$ 10 mil, valor máximo da multa do município. Segundo a prefeitura, o mesmo estabelecimento já havia sido autuado por conta de outras denúncias. O nome da pousada não foi informado.

Já o proprietário da lancha recebeu multa de R$ 2 mil, aplicada pela Secretaria Municipal de Administração. 

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Cairu)

Casos na cidade

Conforme o boletim epidemiológico desta sexta-feira, o município-arquipélago tem atualmente 10 casos confirmados de covid-19. Nove deles têm ligação com a primeira vítima da doença na cidade, que acabou indo a óbito. De acordo com a administração municipal, todos estão em isolamento domiciliar e permanecem sendo monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde. Além deste, outras 47 pessoas com sintomas de gripe também estão sob monitoramento.

Na tentativa de reduzir a circulação do vírus e novas contaminações, a administração tem promovido a limpeza das ruas com detergente e hipoclorito de sódio, que tem ação desinfetante.

Fonte: Correio