Comfy time

O mundo está em plena mutação. Tudo é tão novo e imprevisível . E no meio de tantas dúvidas, a única certeza é que o tempo é de recolhimento e cuidar do individual para a cura do coletivo. A moda tem o papel de refletir momentos. E se ficar em casa é a nova ordem, vamos olhar para o nosso guarda-roupa e eleger qualquer peça confortável para montar o visu evocando o simples que, acima de tudo, é aconchegante. Esqueça os saltos altíssimos ou looks bem colados que exigem certa dose de sofrimento. Nesse editorial, a moda comfy desponta com uma profusão de peças mais folgadas, flats, vestidos molinhos e sobreposições. Confira!

Mil e uma
Peças que se multiplicam em vários looks é uma boa alternativa para nortear nosso consumo de moda, sempre. Um vestido liso longo e um quimono são dois exemplos de escolhas inteligentes. Eles podem ser usados separados, com outras composições e formar produções totalmente diferentes. Para manter o clima super comfy, um mullet nos pés. Look total by @abxcontempo.

Sem aperto
Ampla e deixando o todo o corpo livre. Essa é a silhueta dos nossos tempos. Para que passar aperto? Esse conceito ditou nossa produção. Camisa de alfaiataria oversize do brechó @querusar, mais saia e chinelo , ambos da @abxcontempo.

Aposte no clássico
As vídeosconferências já entraram na rotina do trabalho e estudo de casa. E   no lar doce lar a regra é clara: conforto acima de tudo! Aposte no combo fashion saia mais regata preta, ambos disponíveis na @abxcontempo e coloque um bom blazer oversize por cima, melhor ainda se for garimpado em um brechó como esse do @querusar

Fotos: Vinicius Moreira (@vinicius_vm) | Beleza: Daí Alves (@daialves4), cabelereiro e maquiador do Salão Sá Marina (@salaosamarina) | Produção de Moda: Leo Amaral (@leo_amaral) e Paula Magalhães (@paulamagalhaes1) | Modelo: Ivna Poggio (@ivnapoggio) | Agradecimento: Studio Petry (@studiopetry)

Fonte: Correio