Enem 2020: Rodrigo Maia pede a Bolsonaro adiamento das provas

Durante o encontro com Jair Bolsonaro (sem partido), o presidente da Câmara, deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), pediu ao presidente que o governo adie a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020.

Apesar da pandemia do novo coronavírus, o Ministério da Educação não cedeu às pressões dos estudantes e mantém, até então, as mesmas datas previstas para o Enem desde o início deste ano.

Leia mais: Maia diz, em reunião com Bolsonaro, que precisam ‘encontrar pontos’ em comum 

O exame, que serve como nota para o ingresso nas universidades, será aplicado nos dias 1º e 8 de novembro para provas escritas presenciais e nos dias 22 e 28 de novembro para as provas digitais, em dois domingos consecutivos. 

Deve ser adiado, de um jeito ou de outro

“Foi um pleito que eu fiz ao presidente. Disse a ele que havia uma demanda muito grande da Câmara sobre o tema, e ele ficou muito sensível, ficou de avaliar e de nos dar uma resposta”, explicou o presidente da Câmara.

“Acho melhor uma solução que passe de uma decisão do presidente, mediante um diálogo com o Parlamento, do que uma decisão que parta da Câmara de suspender por lei ou decreto legislativo essa decisão (do governo) de não adiar, até o momento, as provas do Enem”, concluiu Maia.

Fonte: Agencia Brasil