Paulo Câmara, governador de Pernambuco, testa positivo para coronavírus

(Foto: Reprodução/Instagram)

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), afirmou na noite desta segunda-feira (18), em sua conta do Instagram, que testou positivo para a covid-19.

“Amigos e amigas, no início da manhã desta segunda-feira, apresentei sintomas gripais e fui orientado a fazer exames para covid-19. Agora, no início da noite, recebi o exame e ele deu positivo. Vou iniciar, então, o isolamento rígido, tomar todas as precauções necessárias e seguir todas as orientações médicas”, disse o governador.

Apesar de testar positivo, Paulo Câmara garantiu que continuará monitorando as ações do governo estadual para o combate ao coronavírus. “O gabinete de crise continua instalado e trabalhando. Vamos acompanhar remotamente todas as ações necessárias para livrar Pernambuco da covid-19. Que Deus nos acompanhe e fiquem em casa”, disse.

Veja o pronunciamento do governador

Geraldo Júlio deseja melhoras ao governador
Pouco tempo depois que Paulo Câmara confirmou o diagnóstico do novo coronavírus, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), foi às redes sociais para desejar melhoras ao seu amigo.

“Desejo pronta recuperação ao governador @PauloCamara40 e que ele logo possa voltar a exercer seu exemplar papel de liderança diante dessa pandemia. Melhoras, meu amigo”, tweetou Geraldo.

Nota oficial do governo de Pernambuco

“O governador Paulo Câmara testou positivo para a Covid-19, na noite desta segunda-feira. O governador apresentou apenas sintomas leves e vai ficar em isolamento em casa, seguindo as recomendações médicas. As atividades do Gabinete de Enfrentamento ao Novo Coronavírus permanecem, e o governador Paulo Câmara coordenará o trabalho de forma remota.”

Lockdown em PernambucoNo último sábado (16), Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e Paulista iniciaram um isolamento mais rígido. Tudo para frear o avanço do coronavírus. Juntas, as cinco cidades concentram mais dos 70% dos casos da covid-19 no Estado.

Segundo levantamento feito pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e divulgado nesta segunda-feira (18), o Recife chegou a 66,1% de isolamento social no domingo, 2º dia de lockdown.

Além da capital pernambucana, que se apresenta em primeiro lugar no índice, as cidades de Olinda (65,3%), Camaragibe (63%) e Jaboatão dos Guararapes (63%) compõem o segundo, terceiro e quarto lugar, respectivamente. Todos estes municípios foram alvo do decreto estadual que proibiu a circulação de pessoas e veículos – com exceção das que prestam atividades essenciais -, junto a São Lourenço da Mata (61,4%), que ficou em quinto lugar no índice, atrás de Paulista (62%).

Outros governadores que contraíram o novo coronavírus

  • Wilson Witzel – Rio de Janeiro

No dia 14 de abril, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), usou as suas redes sociais para divulgar a confirmação do seu diagnóstico para a covid-19. Com a voz abatida, Witzel informou que não se sentia bem desde o dia 10 daquele mês, daí pediu para fazer o teste.

“Tive febre, dor de garganta, perda de olfato e graças a Deus estou me sentindo bem e continuarei trabalhando aqui do Palácio Laranjeiras, mantendo as restrições e recomendações médicas, e tenho certeza de que vou superar mais essa dificuldade”, disse.

“Mas podem contar comigo todo o povo fluminense, que eu vou continuar trabalhando. Eu peço mais uma vez para que fiquem em casa, porque a doença, como todos estão percebendo, não escolhe ninguém e o contágio é rápido”, concluiu Witzel.

  • Helder Barbalho – Pará

Ainda no dia 14 de abril, o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), também confirmou a contaminação pelo novo coronavírus. Ele afirmou também que parte de sua equipe testou positivo para a covid-19. Helder confirmou o contágio no seu segundo exame. O primeiro havia registrado resultado negativo.

“Este vírus é extremamente contagioso, ele não escolhe idade, ele não escolhe classe social. Todo mundo está exposto e todo mundo pode pegá-lo. Por isso faço um apelo a você. Fique em casa e vamos juntos vencer o Coronavírus”, disse Helder.

*Matéria originalmente publicada no Jornal do Commercio, parceiro do CORREIO pela Rede Nordeste

Fonte: Correio