O Brasil ultrapassou nesta segunda-feira (18) a casa dos 250 mil casos do novo coronavírus e, com isso, passou a ser o terceiro país no mundo com o maior número de registros de Covid-19, superando o Reino Unido.

De ontem para hoje, o Ministério da Saúde confirmou mais 13.140 pessoas infectadas no Brasil, chegando a um total de 254.220 casos do coronavírus, contra 244.995 em território britânico.

Os Estados Unidos lideram o ranking de casos (mais de 1,5 millhão), seguido pela Rússia (com 290,6 mil casos), segundo a Universidade Johns Hopkins.

Mais de 600 mortes

Em relação às mortes, nas últimas 24 horas, 674 novos óbitos por Covid-19 foram registrados no Brasil, totalizando 16.792 desde o começo da pandemia no país, no fim de fevereiro. Outros 2.277 falecimentos suspeitos da doença seguem em investigação.

Já o chamado “Placar da Vida”, informado pelo ministério, aponta 100.459 pessoas recuperadas da doença no Brasil (39,5% do total de casos), e outros 136.969 infectados continuam sendo monitorados.

Subnotificação alta

Antes de divulgar os novos números sobre o novo coronavírus, o secretário substituto de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Eduardo Macário, chamou atenção para a posição do Brasil no mundo em relação à taxa de incidência da Covid-19.

Segundo ele, o 38° lugar no ranking indica uma grande subnotificação dos casos pela falta de um programa de testagem amplo. 

“Quando a gente ‘normaliza’ pela taxa de incidência, ou seja, o número de casos versus o tamanho da população, tanto de casos confirmado como o de mortes, a gente avalia melhor o risco. O que esse dado nos revela hoje é que estamos conseguindo detectar os casos, sim, mas, comparativamente com outros países, essa detecção ainda é bem menor”, frisou Macário.

Fonte: Agencia Brasil