Coronavírus: 31 mil profissionais de saúde de Salvador serão testados

Mais de 30 mil profissionais de saúde que atuam em Salvador começarão a ser testados para a covid-19 nesta terça-feira (19). Segundo a prefeitura inicia, a testagem rápida será feita em 31.470 profissionais que estão atuando na linha de frente ao combate à doença.

O anúncio foi feito pelo prefeito ACM Neto pela manhã, durante a inauguração da nova sede do Centro de Referência e Assistência Social (Cras) Itapagipe, no bairro de Roma. Serão 25 mil testes apenas para trabalhadores das área da saúde e segurança.

Segundo a prefeitura, os profissionais profissionais testados estão atuando nas ruas, no enfrentamento à doença, no reforço das medidas e isolamento e na manutenção da rotina na cidade, a exemplo também dos trabalhadores da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Defesa Civil de Salvador (Codesal), Transalvador e Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur). 

“Essa medida possui dois objetivos. Primeiro, trazer segurança e conforto ao ambiente de trabalho, dar a capacidade desses trabalhadores continuarem fazendo a sua atividade sem tanto medo e preocupação com a contaminação porque, eventualmente, se alguém tiver com o coronavírus, vai ser afastado do trabalho. O outro objetivo é impedir que essa pessoa seja um vetor de transmissão. Como acaba lidando muito com o cidadão no dia a dia, se ela tá com o vírus e não sabe, pode acabar transmitindo. É também uma proteção a todo o cidadão da nossa cidade”, explicou ACM Neto.

Neto reafirmou que a Prefeitura vai continuar o trabalho de aquisição de mais unidades e aplicação desses testes rápidos em toda a cidade. “Sabe-se que essa é uma medida muito importante no combate à pandemia”, pontuou.

Áreas restritas
No caso da testagem feita nas áreas de maior restrição, a gestão municipal deverá mudar o modelo da operação para evitar filas, como a registrada na manhã desta terça-feira na Praça Ana Lúcia Magalhães, na Pituba. “Vamos estudar um novo modelo para não promover aglomerações, minimizando os riscos”, finalizou o prefeito.

Fonte: Correio