Atacante do Grêmio e da Seleção Brasileira, Everton Cebolinha usou as redes sociais para lamentar a morte do avô, Francisco Albuquerque, vítima do coronavírus. Seu Francisco, como era conhecido, morava em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza. 

“Sua partida quebrou meu coração, nunca tinha sentido algo assim antes. Parece que meu mundo desabou, fiquei sem chão. Meu vô, não tenho palavras para descrever o homem que você foi, sempre se fez presente na minha vida. Saber que você morreu em Cristo, isso me conforta. Seu Francisco, que falta você faz”, escreveu, o atacante. 

Everton Cebolinha aproveitou ainda para destacar a gravidade da doença e pediu para que as pessoas fiquem em casa e mantenham o isolamento recomendado pela autoridades de saúde.

“Isto não é uma gripezinha e está mais perto do que imaginamos”, afirmou Everton. De acordo com dados oficiais, o Brasil soma 293.357 casos do coronavírus e 18.894 óbitos em decorrência da doença. 

Fonte: Correio