Sobe para 10 o número de trabalhadores rodoviários mortos por covid-19 em Salvador

O número de vítimas do setor rodoviário mortas pelo novo coronavírus subiu para 10 pessoas nesta segunda-feira (25), conforme levantamento feito pelo Sindicato dos Rodoviários de Salvador. Entre os falecidos estão motoristas, cobradores e uma auxiliar de serviços gerais de garagem. A morte mais recente, segundo o sindicato, foi a do trabalhador Sérgio Ricardo Cirilo dos Santos, empregado da CSN, que morreu neste domingo (24). 

Trabalhadores do setor rodoviário que morreram vítimas da covid-19 foram lembrados em mensagem de luto (Foto: Reprodução/Sindicato dos Rodoviários)

Os casos da doença seguem crescendo em toda o estado e o boletim da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) chegou a 14,2 mil infectados e 477 óbitos pela doença.

Ao CORREIO, o vice-presidente do sindicato, Fábio Primo, lamentou as mortes e disse que os rodoviários continuarão pressionando para que as empresas de ônibus aumentem a instalação de barreiras plásticas nos coletivos e amplie o fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para a segurança dos trabalhadores. 

A categoria aprovou, na semana passada, um indicativo de greve geral caso os salários não sejam corrigidos e as companhias não ofereçam proteção. No entanto, a ameaça de greve foi suspensa neste domingo (24) depois que prefeitura e estado anteciparam feriados, o que reduziu a frota em circulação. 

Na ocasião da ameaça de greve, em 19 de maio, três trabalhadores estavam internados com covid-19 e havia sido registrada a morte do cobrador Márcio Santana, 47, funcionário há seis anos da OT Trans, empresa que faz parte do consórcio Integra.

A despedida de Márcio contou apenas com a presença da esposa e de mais um colega de trabalho. Antes de morrer, o rodoviário chegou a ser internado no Hospital Teresa de Lisieux depois de ter passado mal enquanto trabalhava. Na mesma semana que ele, no dia 22 de maio, faleceu também o cobrador Antônio da Conceição Lima, 54, que trabalhava para a Concessionária Salvador Norte (CSN).

A pedido do CORREIO, em levantamento preliminar, o sindicato listou as vítimas pelos nomes que eram conhecidas:

1 – Augusto, motorista funcionário da Dois de Julho. Faleceu dia 23 de maio. 
2 – Jorge 
3 – Antônio da Conceição Lima, 54, cobrador da CSN. Faleceu em 22 de maio.
4 – Sérgio Ricardo Cirilo dos Santos, empregado da CSN. Faleceu em 24 de maio. 
5 – Boquinha 
6 – Adenice Carvalho, auxiliar de serviços gerais de garagem
7 – Bolacha
8 – Padre
9 – Márcio Antônio Santana, 47, 47, funcionário há seis anos da OT Trans
10 – Duda

Fonte: Correio