Bahia confirma 305 novos casos de covid-19 e 17 mortes em 24h

A Bahia registrou 305 novos casos da covid-19 e 17 mortes em decorrência da doença nas últimas 24 horas. Os dados sobre o novo coronavírus no estado fora atualizados pela Secretaria da Saúde (Sesab) nesta segunda-feira (25). Ao todo, há 14.204 infectados notificados, com 477 óbitos.

No domingo (24), eram 13.899 diagnósticos totais da covid-19 na Bahia, com 460 fatalidades. Com os novos números desta segunda, o aumento registrado foi de 2,19% em relação aos contaminados e de 3,69% aos falecimentos.

De acordo com a Sesab, apesar das 17 mortes terem sido registras nas últimas 24 horas, referem-se a um período de 20 dias. A Secretaria determinou que a Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e a Corregedoria apurem as responsabilidades e circunstâncias que levaram a notificações tardias aos órgãos de vigilância.

Entre os 14.204 casos confirmados, 3.965 pessoas já são consideradas recuperadas, o que representa 27,91% do total. Já 9.762 pacientes ainda apresentam sintomas e permanecem monitorados pela vigilância epidemiológica (68,72%). O boletim registra ainda que 2.106 profissionais da saúde tiveram resultado positivo para a covid-19 no estado.

Os infectados foram registrados em 249 cidades do estado, com maior proporção em Salvador (63,02%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram de Uruçuca (4.483,65), Ipiaú (3.967,48), Itabuna (3.930,16), Salvador (3.084,59) e Itajuípe (2.830,51).

As 17 mortes notificadas nas últimas 24 horas aconteceram, em sua maioria, em Salvador, com 13 óbitos. Os outros óbitos ocorreram em Remanso, Sobradinho, Ipiaú e Castro Alves. A vítima fatal mais jovem registrada no período foi um homem de 48 anos, portador de doença do sistema nervoso. Já a mais velha, uma mulher de 96 anos, que tinha hipertensão arterial, diabetes, doença cardiovascular, doença respiratória, doença renal crônica e doença do sistema nervoso.

  • 461º óbito – homem, 91 anos, residente em Remanso, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 21/05, veio a óbito dia 22/05, em unidade da rede privada, em Remanso;
  • 462º óbito – homem, 81 anos, residente em Sobradinho, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internado dia 18/05 e veio a óbito dia 21/05, em unidade da rede pública, em Sobradinho;
  • 463º óbito – mulher, 54 anos, residente em Salvador, portadora de anemia falciforme e doença hepática crônica, foi internada dia 30/04 e veio a óbito dia 24/05 em unidade da rede pública, em Salvador.
  • 464º óbito – homem, 48 anos, residente em Salvador, portador de doença do sistema nervoso, foi internado dia 195 e veio a óbito dia 24/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
  • 465º óbito – mulher, 72 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internada dia 15/05 e veio a óbito dia 23/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
  • 466º óbito – homem, 71 anos, residente em Salvador, comorbidades não informado, foi internado dia 125 e veio a óbito dia 23/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
  • 467º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial foi internado dia 304 e veio a óbito dia 225, em unidade da rede pública, em Salvador;
  • 468º óbito – mulher, 92 anos, residente em Aiquara, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 04/05 e veio a óbito dia 05/05, em unidade da rede pública, em Ipiaú;
  • 469º óbito – mulher, 58 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes e obesidade, foi internada dia 07/05 e veio a óbito dia 22/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
  • 470º óbito – homem, 73 anos, residente em Salvador, portador de doença prostática, foi internado dia 12/05 e veio a óbito dia 22/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
  • 471º óbito – homem, 71 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, doença renal crônica e hipotireoidismo, foi internado dia 15/05 e veio a óbito dia 16/05, em unidade da rede privada, em Salvador;
  • 472º óbito – homem, 81 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, doença cardiovascular, policitemia vera e síndrome de imobilidade, foi internado dia 18/05 e veio a óbito dia 22/05, em unidade da rede privada da capital baiana;
  • 473º óbito – mulher, 96 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes, doença cardiovascular, doença respiratória, doença renal crônica e doença do sistema nervoso, foi internada dia 11/05 e veio a óbito dia 20/05, em unidade da rede privada da capital baiana;
  • 474º óbito – homem, 62 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Foi internado dia 12/05, veio a óbito dia 14/05, em hospital da rede pública, em Salvador;
  • 475º óbito – mulher, 74 anos, residente em Feira de Santana, portadora de hipertensão arterial e diabetes mellitus, e doença cardiovascular. Foi internada dia 13/05 e veio a óbito dia 21/05, em hospital da rede pública, em Salvador;
  • 476º óbito – mulher, 64 anos, residente em feira der Santana, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e insuficiência cardíaca. Deu entrada no hospital no dia 24/04, veio a óbito dia 18/05, em hospital da rede pública, em Salvador;
  • 477º óbito – mulher, 69 anos, residente em Castro Alves, portadora diabetes mellitus. Deu entrada no hospital no dia 20/05 e veio a óbito no dia 20/05, em hospital da rede pública municipal, em Castro Alves.

Na Bahia, 911 dos 1.576 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para pacientes com covid-19 estão ocupados (57,8%). Entre os 629 leitos de UTI adulto e pediátrico destinados somente aos infectados com o coronavírus, 454 possuem pessoas internadas (72,2%).

O número de leitos, segundo a Sesab, é flutuante e representa o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. “Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda”, afirma a secretaria.

Entre o dia 1° de março e esta segunda-feira (25), Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 45.509 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus.

Em relação ao sexo dos contaminados confirmados, 44,45% são feminino, 36,68% masculino e 18% sem informação. A faixa etária mais acometida até o momento foi a de 30 a 39 anos, representando 21,25% do total. 

O boletim epidemiológico registra ainda 36.402 casos descartados e 92.541 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h30 desta segunda-feira (25).

Fonte: Correio