Ex-procurador da Lava Jato critica Bolsonaro e diz que Moro foi enganado

O ex-procurador da República e ex-integrante da força-tarefa da Lava Jato Carlos Fernando dos Santos Lima, disse que o presidente Jair Bolsonaro nunca apoiou a operação e teria enganado o ex-ministro Sergio Moro.

“Jair Bolsonaro nunca apoiou a Operação Lava Jato. Onde ele estava quando começou a Lava Jato? Devia estar dormindo no plenário do Congresso. Ele apareceu como um outsider que se aproveitou disso”, criticou Lima em entrevista para o canal CNN Brasil, nesta segunda-feira (25).

O ex-procurador saiu em defesa de Moro e disse que caiu numa armadilha. “Moro acreditou no combate à corrupção e ao crime organizado. Me parece que, num primeiro momento, era crível que Bolsonaro tinha essa prioridade, mas infelizmente não era verdade e logo desmoronou essa crença que havia ainda que ele poderia fazer alguma coisa positiva”, disse.

Uso político da PF

Para Lima, o suposto interesse de Bolsonaro na Polícia Federal do Rio de Janeiro seria para “ter acesso a informações no reduto dos filhos”.

“Minha experiência em investigações diz que um político se aproxima da polícia para conseguir informações para usá-las politicamente, para defender a si mesmo e aos seus, o que Bolsonaro explicitamente admite na reunião, ou para perseguir políticos”, disse Lima.

Fonte: Agencia Brasil