Manifestantes antirracismo são detidos por portar álcool em gel, diz membro

Um grupo de cerca de 15 manifestantes foram detidos no Centro do Rio neste domingo (7), região onde mais tarde foi realizado o ato “Vidas Negras Importam”, sob alegação de estarem portando álcool gel, segundo o organizador do movimento Vidas Negras Importam, Gabriel Murga.

“O grupo não faz parte do movimento, era uma manifestação independente, mas ficamos sabendo que foram detidos por portar álcool gel e já enviamos advogados para a delegacia”, disse Murga ao Broadcast.

Segundo Murga, os detidos foram levados à delegacia de Bonsucesso, na zona norte da cidade, por volta das 10h.

Na zona sul da cidade, na praia de Copacabana, um pequeno grupo de apoio ao presidente Jair Bolsonaro também faz manifestação, tendo à frente uma faixa onde está escrito “Marcha da Família pró-Bolsonaro com Deus – Intervenção popular com o Executivo”.

Com cerca de 50 pessoas, o grupo protesta por atos “infligidos pelo legislativo, judiciário, governadores e prefeitos”.

Segundo a faixa, participam famílias cristãs, reservistas, patriotas anticomunistas, artistas de direita, alta cultura, motociclistas, médicos entre outros.

Fonte: Agencia Brasil