Baú Musical dedica edição aos Setentões da MPB

Os “Setentões da MPB” foram tema do Baú Musical deste domingo (7). O programa, que sempre resgata clássicos da música brasileira, desta vez se especializa nos artistas nascidos nos anos 1940. Compositores de grandes clássicos e intérpretes de talento inquestionável, eles fizeram história, marcaram gerações e ocupam papel importantíssimo na história cultural do país. Em 2020, os setentões seguem produzindo, exibindo seu talento e inspirando novos músicos com suas obras atemporais. 

Já de início, Cacá deixa clara a dificuldade em montar o repertório do programa. Afinal, são tantos grandes artistas nascidos na década de 1940 que seria preciso mais de uma edição para honrar cada um.

Neste programa, o Baú reverencia o talento de Gilberto Gil, Maria Bethânia, Milton Nascimento, Caetano Veloso, Chico Buarque e Alceu Valença. Ouça aqui. 

Confira o repertório completo:

  • “Amor Até o Fim” (Gilberto Gil) – Gilberto Gil e Maria Rita;
  • “Se Eu Morresse de Saudade” (Gilberto Gil) – Gilberto Gil e Maria Bethânia;
  • “Extra” (Gilberto Gil) – Cidade Negra e Gilberto Gil;
  • “Morro Velho” (Milton Nascimento) – Milton Nascimento e Fagner;
  • “Certas Canções” (Tunai/Milton Nascimento) – Tunai e Milton Nascimento;
  • “Nada Será Como Antes” (Milton Nascimento/Ronaldo Bastos) – Verônica Sabino e Milton Nascimento;
  • “Beleza Pura” (Caetano Veloso) – Caetano Veloso e Maria Gadú;
  • “Como 2 e 2” (Caetano Veloso) – Roberta Spindel e Caetano Veloso;
  • “Desde que o samba é samba” (Caetano Veloso) – Beth Carvalho e Caetano Veloso;
  • “Anos Dourados” (Tom Jobim/Chico Buarque) – Tom Jobim e Chico Buarque;
  • “Até o Fim” (Chico Buarque) – Ney Matogrosso/Chico Buarque;
  • “Sou Eu” (Chico Buarque/Ivan Lins) – Diogo Nogueira, Chico Buarque e Ivan Lins;
  • “Como Dois Animais” (Alceu Valença) – Daúde e Alceu Valença;
  • “Tropicana “(Vicente Barreto/Alceu Valença) – Lucy Alves e Alceu Valença

Fonte: Correio