Lives, forró e declaração: um Dia dos Namorados diferente com o CORREIO

Para muitos, o Dia dos Namorados durante a pandemia não foi o mesmo. À distância, muitos casais comemoraram a data enviando presentes pelo correio ou até marcaram aquele jantarzinho pela ligação de vídeo. E a equipe do CORREIO resolveu ajudar esses corações apaixonados a se aproximar e tornar o dia ainda mais alegre. 

Para isso, começou, desde quinta-feira (11), véspera do Dia dos Namorados, com uma programação de lives que celebram o amor. Depois da transmissão comandada pela repórter Thaís Borges, que entrevistou o poeta, escritor e agora colunista do CORREIO, Edgard Abbehusen, foi a vez do cantor e compositor Jorge Vercillo.

A entrevista aconteceu na tarde desta sexta (12), feita pelo repórter Vinícius Harfush. Juntos, eles debatem o que é o amor, e como Vercillo leva a sua visão do romântico para dentro das suas composições.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Jornal Correio | Bahia (@correio24horas) em 12 de Jun, 2020 às 10:48 PDT

“Não me vejo como um romântico, nunca me vi. Sou mais um transgressor. O romântico traz do sonho da esfera da imaginação algo que pode se materializar na vida, essa é a fonte do romântico”, avaliou o artista, que destacou que o tom romântico aparece mais nas suas “melodias sinuosas”, como ele mesmo destacou. 

Sobre suas inspirações, Jorge lembrou de referências como Milton Nascimento, Djavan, Chico Buarque, Ivan Lins e João Bosco, figuras que são precursores da MPB, de quem Vercillo se considera filho.

Além da carreira, o cantor falou da sua vida amorosa. Se na juventude o cantor se considerava um cara extremamente retraído e envergonhado, encontrou na música s libertação para a timidez, o que com certeza alavancou a criatividade em suas composições.  

Entre elas, a recente Índia de Itapuã, homenageia sua esposa, Martha Suarez, que é baiana. O casamento dos dois aconteceu no ano passado, em Salvador, num hotel no bairro de Itapuã – é claro. “Ela é de Itapuã e fiz a música em parceria com Jota Velloso. Fiz a harmonia, melodia e a segunda parte da canção, que fala sobre a natureza”, disse o cantor, que lembrou do início da sua paixão por Martha, que surgiu durante uma viagem na Chapa Diamantina, interior da Bahia. “Nosso amor e nossa união tem uma conexão muito forte com a natureza”, completou. 

Ícone da MPB, com 30 anos de carreira, Vercillo já lançou 12 CDs inéditos e 3 DVDs, tendo conquistado 1 Disco de Diamante, 3 Discos de Platina e ganhando 2 vezes o Grammy Latino (2009 e 2010), sendo indicado em 2012 e outra indicação em 2013. Outro número recorde que possui, é de participação em novelas da Globo. Mas calma que não estamos falando de papel principal ou coadjuvante. 

Ao todo, o artista emplacou 23 canções em tramas da emissora e se sente grato por dar ainda mais vida às suas músicas: “O mais legal é que, desde sempre, a Globo escolheu canções de muita qualidade para suas produções”, finalizou.  

Para além dos números, Jorge tem passado por uma fase que, segundo revelou na entrevista pela live, está “olhando mais para o qualitativo do que o quantitativo”. “Minha produção pode até ligar, mas eu não presto muita atenção nisso”, brincou.  

CORREIO em casa com os casais

Os três casais que venceram a promoção CORREIO de Amor, receberam em casa os prêmios com um jantar ou almoço, oferecido pelos restaurantes Coffeetown, Preta e Pasta em Casa além de brindes da marca Um Presente Diferente. 

Entre os personagens apaixonados, Magno Oliveira, 23, que namora Renata Sousa, 19, viu na promoção do CORREIO uma forma de homenagear a amada, já que o presente que encomendou teve um contra-tempo. Mas apesar do presente oficial não ter chegado, o que fica marcado é a declaração de amor. “Com certeza vale mais a intenção. Ganhar presente é bom, mas saber que a pessoa tem um carinho por você é o que realmente vale”, declarou Renata. 

Magno e Renata receberam almoços em suas casas- Foto: Acervo Pessoal

Os outros casais que ganharam a surpresa do jornal foram Angel Silva, e seu namorado Wanderson de Souza, e Tamara Silva e seu amor, Raiana Márcia. 

Edgard Abbehusen, em texto, falou sobre o amor dos três casais sortudos e apaixonados:

“Que o limite desse amor seja o destino e os acasos de uma vida onde ambos serão contemplados com o desejo e a vontade de ser, de amar, de respeitar e de compreender o que o outro diz até mesmo no silêncio.”, para Magno e Renata. 

“Que bom que vocês se encontram, se gostam e amam através da saudade que sentem agora, nesse momento. E eu não tenho dúvidas: quando tudo isso passar, pois vai passar, a recompensa será sentida com o gosto de amor na boca”, para Angel e Wanderson

“Que o amor seja sempre essa brisa boa. O sol que aquece o coração de vocês. Que o amor seja o início, o meio e recomeço. Que o amor esteja nos detalhes de um dia cheio. Na vontade de acabar com a saudade”, em homenagem a Tamara e Raiana

Para encerrar o clima de paixão, a banda Estakazero se apresentou na terceira live do São João no CORREIO. A apresentação trouxe um repertório autêntico do forró, do jeito que a festa pede. Canções como Lua Minha, Quando a gente Ama e Anjo Meu. 

 

Fonte: Correio