Veja onde assistir missas online da trezena de Santo Antônio

Se Santo Antônio já era pop, agora tá bombado na web. Com as missas sendo adaptadas às lives por causa da pandemia, as trezenas em homenagem a ele estão com audiência maior do que a capacidade das igrejas. Conhecido como Pai dos Pobres e Santo Casamenteiro, Santo Antônio tem quatro paróquias dedicadas a ele em Salvador, mas a devoção é tão grande que paróquias dedicadas a outras figuras santas também costumam celebrar sua trezena, que inicia em 1º de junho e vai até este sábado (13).

Natural de Amargosa, no interior da Bahia, padre Valson Sandes comanda atualmente a paróquia dedicada à Nossa Senhora da Saúde e Glória, no bairro da Saúde, mas carrega no sangue a tradição familiar de rezar a trezena ao Pai dos Pobres. Com os impedimentos causados pelo coronavírus, ele decidiu montar um altar e celebrar missas em sua própria casa, que estão sendo transmitidas ao vivo pelas Capelas do Youtube e do Instagram, como brinca o pároco. 

Em média, 300 a 400 pessoas participam por noite, o que gera uma interação maior do que o comum entra-mudo-sai-calado das missas presenciais. A cerimônia improvisada tem pausas para a leitura dos comentários deixados pelos fiéis que são não só de Salvador, mas do Ceará, Rio Grande do Norte e até Itália. Segundo ele, o pedido principal é o fim da pandemia de covid-19. Como o clima anda tenso no mundo todo devido à doença, padre Valson conta que se descobriu mais cômico para suavizar o momento.

Humor para amenizar

Todos os dias o padre prepara um alimento que só é revelado ao fim da live. Ele vai dando dicas para ajudar os espectadores a adivinharem o prato nos comentários. Na quinta-feira, a comida foi tangerina. “Eu dei a pista de que o lanche tinha a ver com fofoca, porque é mexeriqueira”, conta aos risos. Na missa deste 12 de junho, Dia dos Namorados, o padre escolheu maçã do amor como prato, para deixar tudo mais temático.

Na celebração, o padre ainda roga para que as pessoas tenham pão e água na dureza destes tempos e reserva uns minutos para narrar passagens humildes da vida de Santo Antônio, que também o faz com uma boa dose de humor.

“Tem um episódio da vida de Santo Antônio em que ele ajuda uma mulher que o marido violento lhe arrancou os cabelos. Eu tinha uma peruca em casa e mostrei a peruca”, teatraliza ele. “Ouvi que a Globo estava me perdendo. Então muita gente que estava triste em casa, ri, e inclusive me liga depois agradecendo por ter feito rir”, continua. 

A brincadeira não para por aí. Como o padre às vezes vai lendo os nomes de quem entra na live, alguns engraçadinhos escolhem participar usando apelidos do tipo ‘gostosao.com’. Num desses dias, entrou uma senhora com o nome de Rola e o padre, constrangido em falar o nome da mulher, soltou apenas um “entrou alguém aí”.  Fiel frequente das lives, quando Rola entra, faz todo mundo rir.

“Eu comecei a fazer lives em maio, mês de Maria, e foi um sucesso. Coloquei um pano na parede que quem vê pensa que é azulejo português, mas é um lençol vagabundo. De lá para cá, já troquei até a internet para ficar melhor”, conta Valson. O altar montado para Santo Casamenteiro ainda tem flores naturais e também chapéus de palha, que já é para fazer o ‘link’ com São João, que vem logo depois.

Fim da pandemia é o pedido mais comum (Imagem: Reprodução/Youtube)

Conhecido como um dos padres mais casamenteiros de Salvador, Valson Sandes chegava a fazer dois matrimônios por fim de semana e perdeu as contas de quantos casais ajudou a unir. Por causa da pandemia, todas as cerimônias foram adiadas para 2021. 

Responsável pela Paróquia de Santo Antônio Além do Carmo, localizada no bairro de mesmo nome, padre Ronaldo Marques Magalhães afirma que Santo Antônio conseguiu se fazer mais popular no Brasil do que São Francisco de Assis, santo também conhecido pela dedicação aos pobres. Só na primeira missa online da trezena da paróquia foram mais de 2 mil participantes, média que tem se repetido diariamente. “Com fé em Deus, ano que vem não vamos mais ter pandemia, mas todo mundo pede que a gente continue a fazer live”, conta.

Reza analógica

Embora as missas online tenham sido um sucesso de público, ainda há muita gente apegada às rezas analógicas. Devotas do santo, as irmãs Adjane e Odete Damasceno dispensaram as redes sociais e têm se juntado diariamente às 20h30 para orar em seus quartos, já que não podem ir à igreja. Ambas montaram um altar improvisado com três imagens do santo e cantam juntas as músicas da trezena. 

Altar improvisado feito pelas irmãs Adjane e Odete Damasceno (Foto: Arquivo pessoal)

Essa história de devoção começou através do diácono da Paróquia São Gonçalo do Retiro, que era devoto e todos os anos rezava em sua casa. As irmãs frequentavam a celebração e, quando ele faleceu em 2010, elas deram a ideia de continuar as rezas na igreja da Engomadeira, o bairro delas. Desde então, a fé só fortaleceu e elas estão com saudades das celebrações com partilha de mingaus, doces e salgados. Adjane conta que nem mesmo pensou na possibilidade de participar de lives. “Nesta trezena, o nosso pedido especial é pelo fim desta pandemia e pelas vítimas da covid-19”, diz ela.

Veja onde acompanhar a trezena online:

Paróquia Santo Antônio Além do Carmo – Padre Ronaldo Marques Magalhães
missas às 7h e às 10h. Às 16h, a imagem do santo percorrerá as principais ruas do bairro
Instagram | Youtube | Facebook

Paróquia Nossa Senhora da Saúde e Glória – Padre Valson Sandes
às 20h
Instagram | Youtube | Facebook

Paróquia Santo Antônio de Fazenda Coutos
às 19h
Instagram

Fonte: Correio