Para voltar a receber turistas, Salvador terá novos voos e reabrirá hotéis em julho

Depois de 90 dias, o setor de turismo, um dos mais afetados pela pandemia do coronavírus, vai começar a retomar suas atividades. O aeroporto de Salvador, principal porta de entrada para turistas, vai ampliar sua operação diária de 8 para 20 voos a partir do dia 1 de julho, com a inclusão de cinco novos destinos. Além disso, 75% dos hotéis da capital baiana pretendem reabrir na mesma data – que é véspera da Independência da Bahia – segundo o presidente da FeBHA (Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação), Silvio Pessoa. 

Neste mês de junho, o aeroporto de Salvador trabalha com menos de 10% de seu operativo normal, isto é, faz somente 8 voos por dia. Porém, esse número vai crescer para 20 nas próximas duas semanas, pois cinco novos destinos vão ser incluídos de volta na malha viária de Salvador, que se conecta novamente com Vitória da Conquista (BA), Fortaleza (CE), Natal (RN), João Pessoa (PB) e Vitória (ES), ampliando para 11 a conexão com outros aeroportos do Brasil. Ainda há reforço na quantidade de voos semanais para Recife, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. O número de operações, entretanto, está longe do normal – a média era de 90 a 100 por dia na capital baiana.

O secretário de turismo da Bahia (Setur) Fausto Franco comenta que essa ampliação nos aeroportos – não só em Salvador, mas também em Porto Seguro e Ilhéus – mostra que “o destino Bahia ainda é muito lembrado por todo mundo e as companhias aéreas valorizam nosso estado”, afirma. Segundo Franco, o estado que melhor conseguir comunicar para o Brasil que as medidas sanitárias estão sendo aplicadas de maneira segura, vai conseguir se destacar nacionalmente entre os turistas. “A Bahia tem grande chance de ser protagonista e tem todas as condições para se destacar”, opinou o secretário. Todavia, ele reforça que a malha aérea como se conhecia antes não será a mesma e que a principal preocupação no momento é a sanitária.  

Com a chegada de novos voos, 75% dos hotéis de Salvador já pretendem reabrir também no dia 1 de julho, segundo o presidente da FeBHA (Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação), Silvio Pessoa. O hotel Deville Prime, por exemplo, que fica em Itapuã, e o Gran Hotel Stella Maris são alguns deles. Com as portas fechadas, o presidente da Federação estima que cerca 20 mil funcionários baianos ligados à hotelaria perderam seus empregos nesses três meses. Com isso, ele calcula que 5 a 10% dos empreendimentos hoteleiros deixem de operar no estado. A taxa de ocupação dos 25 maiores hotéis de Salvador foi de 3,05% no mês de maio, ou seja, houve queda de 48,80% em relação a maio de 2019, segundo último pesquisa feita pela FeBHA. Entretanto, o presidente da FeBHA afirma que a volta de alguns voos “é um grande termômetro” para as categorias de hospedagem e alimentação. 

Mais voos, mais hotéis
O presidente da ABIH-BA (Associação Baiana de Hotéis), Luciano Lopes, está otimista com a nova oferta de voos para Salvador e as consequências no setor hoteleiro. “Esse incremento de malha aérea é fundamental para o turismo e vai permitir a reabertura gradual de alguns hotéis. É muito positivo para o setor”, afirmou. A reabertura, entretanto, será feita aos poucos e seguindo os protocolos sanitários já anunciados. “A partir do mês de julho, alguns hotéis vão reabrir com capacidade reduzida, entre 40% e, no máximo, 50% do total”, estipulou o presidente. 

Luciano Lopes também espera que, até dezembro, a rede hoteleira da cidade esteja funcionando quase que normalmente. “Imaginamos que entre setembro e dezembro quase que a totalidade dos hotéis da capital baiana devem estar operando e retomando suas atividades, mas isso depende também de como vão evoluir os números da pandemia”, informou. Até então, a ABIH-BA tem focado em fortalecer as medidas sanitárias e treinar as equipes do setor para receber os futuros clientes. O presidente disse ainda que a Associação está preparando campanhas para promover eventuais promoções e atrair turistas para a cidade. 

Para atrair a clientela e fomentar a receita, alguns hotéis de Salvador e da Linha Verde têm vendido vouchers com pacotes de hospedagem antecipados. O Complexo da Costa do Sauípe, por exemplo, oferece opções de estadia por 2, 3 e 7 dias, que podem ser usados em qualquer resort da rede até 31 de junho de 2021. O serviço permite ainda desconto para quem comprar o pacote em conjunto com a passagem aérea. 

Além disso, o secretário de turismo da Bahia (Setur) Fausto Franco adianta que já existe uma campanha do Governo do Estado para incentivar e dar visibilidade ao setor, principalmente, fomentar o turismo regional e sensibilizar os baianos a viajarem pelo Estado. “Os baianos são os que mais viajam pelo estado. Vamos lançar uma campanha focada na divulgação das influências e riquezas da Bahia, da nossa cultura, gastronomia, arte, belezas naturais… e que não gere aglomeração. Posso dizer que ela já está quase pronta”, contou o secretário. 

Aeroportos
Segundo a ANAC, a malha aérea do mês de maio operou em 44 cidades no Brasil. A média de voos semanais foi de apenas 1.254 contra os 14.781 previstos para o período, ou seja, houve redução de 90% para o mercado doméstico. No mercado internacional, a redução é de praticamente 100%, sendo os voos poucos existentes focados em repatriação de brasileiros que estão no exterior e transporte de carga. Em abril, a demanda por voos domésticos recuou 93,1% e a oferta foi reduzida em 91,6%. No mercado internacional, a redução de demanda chegou a 96,1% e a oferta está 91,1% menor do que no mesmo período do ano passado.

O aeroporto de Salvador informa que as medidas aplicadas estão em conformidade com as recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e ratificadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Elas foram somadas às outras iniciativas de profilaxia já implantadas pela administração para garantir a segurança de quem precisa viajar. Inclusive, agentes de Terminal vão circular dando orientações aos passageiros. “Entendemos que o momento é de corresponsabilidade, de cuidarmos uns dos outros”, informou a Salvador Airport. 

A ANAC  (Agência Nacional de Aviação Civil) publicou, no final de maio, novas medidas sanitárias para a aviação civil, com recomendações para as companhias aéreas e aeroportos, além de orientações para passageiros viajarem despreocupados.

Veja abaixo:
– Use máscara durante toda a viagem
– Mantenha a distância de pelo menos 2 metros entre outra pessoa, especialmente na hora do embarque, desembarque e restituição de bagagem
– Faça o check-in pela internet e evite o atendimento no aeroporto
– Leve o álcool em gel com você, mas fique atento às regras de transporte: na bagagem de mão, o limite do líquido é de 500 ml com o fechamento em perfeito estado para prevenir a liberação do conteúdo. Para voos internacionais, os frascos devem ser de plástico transparente e com capacidade máxima de 100 ml 
As aeronaves brasileiras são equipadas com um sistema de filtro de ar HEPA, que captura de 99,7% de partículas microscópicas, como bactérias e vírus, ao promover a renovação do ar do avião a cada 3 minutos, permitindo a circulação de um ar sempre mais puro.

Recomendação aos aeroportos e companhias aéreas
– Desestímulo a aglomerações nas praças de alimentação e em espaços de check-in de embarque e, especialmente, desembarque dentro das aeronaves;
– Desinfecção de toda a área de movimentação de passageiros, pontes de embarque, aeronaves, ônibus e demais espaços de uso comum;
– Organização criteriosa do procedimento de embarque de passageiros e especialmente desembarque da aeronave até o solo, orientando para que os passageiros permaneçam sentados na aeronave no pouso; desembarque será realizado por filas, iniciando pelos assentos situados mais à frente da aeronave; 
– Recomendada a suspensão do serviço de bordo nos voos nacionais. No caso de manutenção desse serviço, priorizar alimentos e bebidas em embalagens individuais, higienizadas antes do serviço. Nos voos internacionais, deve ser priorizado alimentos e bebidas em embalagens individuais, higienizadas antes do serviço.

Destinos que voltam a operar a partir de 1 julho: Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Natal (RN), Vitória (ES) e Vitória da Conquista (BA).
– Fortaleza, João Pessoa e Natal- 3 vezes por semana
– Novo voo para Recife – agora são 10 partidas por semana
– Vitória da Conquista – segunda, quarta e sexta 
– Vitória (ES) – três vezes por semana
– Brasília – cinco vezes por semana
– Reforço para o Rio de Janeiro (Galeão) – são mais 6 frequências semanais 
– Mais 3 voos para Guarulhos – agora são 6 por semana – e mais uma operação em Congonhas, com 6 ligações por semana

Dados da FeHBA (Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação) 
– Ocupação do mês de maio dos 25 maiores hotéis de Salvador foi de 3,05%, sendo inferior 48,80% ao mesmo período de 2019. Destes 25, apenas 6 continuam em operação fechando ocupação média de 12,70% em maio. 
– Taxas de ocupação dos hotéis que operaram em Salvador em maio: Intercity Premium SSA (17,06%), Mercure Boulevard (5,97%), America Towers (10,16%), Quality São Salvador (12,76%), Sol Victoria Marina (13,35%), Ibis Hangar (16,88%) – Paralela

Fonte: Correio