Lotérica na Pituba é interditada por falta de monitor para organizar fila

Uma lotérica na Rua Minas Gerais, na Pituba, foi interditada nesta sexta-feira (19) por fiscais de uma força-tarefa liderada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur). O estabelecimento estava sem um monitor para organizar a fila, seguindo as orientaçõs sanitárias, e também não disponibilizava álcool em gel a 70% para os clientes.

A força-tarefa continua em ação hoje. Duas agências do mesmo bairro também foram visitadas, mas não foram encontradas irregularidades.

Desde hoje e pelo prazo inicial de sete dias, lotéricas e agências bancárias, com exceção da Caixa Econômica Federal, precisam se adequar às novas regras de funcionamento durante a pandemia. Conforme o decreto municipal 32.498, publicado na edição extra do Diário Oficial do Município (DOM) na segunda-feira (15), esses estabelecimentos devem disponibilizar monitores para organizar as filas de atendimento tanto no interior quanto na parte externa das unidades, a fim de assegurar a distância mínima de 1,5m entre os clientes. 

O descumprimento da norma é caracterizado como infração à legislação municipal e o infrator fica sujeito às penalidades e sanções previstas na lei, inclusive, no que couber, cassação de licença de funcionamento. 

O objetivo é impedir as aglomerações, que ampliam o risco de contágio pelo novo coronavírus. No caso da Caixa Econômica Federal, o monitoramento continua sendo feito pela Guarda Civil Municipal (GCM), já que o banco é responsável por pagar os auxílios sociais relacionados à pandemia, inclusive o Salvador por Todos.

Fonte: Correio