Festa em casa: arraiá ao vivo do CORREIO anima noite de São João

Na falta de uma festa de São João, o jeito é decorar a casa com bandeirolas e comemorar cumprindo o isolamento social. Apesar disso, as lives conseguem unir os forrozeiros em uma festa virtual. Com esse intuito, o instagram do CORREIO (@correio24horas) vai receber o Arraiá D’Lyrio, às 22h da próxima terça-feira (23). Apaixonado pela festa, o repórter Alexandre Lyrio vai fazer uma live junina de sua casa.

A festa online, vai ter muita música e também um bate-papo sobre a tradição do São João. Para tirar todas as dúvidas sobre o festejos, Lyrio vai receber virtualmente o professor de Geografia Cultural da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Jânio Roque de Castro, que é autor do livro “Da Casa à Praça Pública: a espetacularização das festas juninas no espaço urbano, pesquisa a fundo as reinvenções espaciais do São João”.

A ideia é justamente explicar a história da festa que é amada por muitos, mas tem origens conhecidas por poucos. “Às vezes, as pessoas comemoram o São João, comem as comidas típicas, dançam quadrilha, mas não sabem o porquê de cada coisa. As pessoas precisam conhecer a história das coisas. Eu vou entrevistar o professor Jânio Roque de Castro,  que sabe responder todos esses porquês do São João”, contou o repórter.

Para animar a noite de São João, a banda Xote de Anjo vai tocar um forró autêntico. “Eu gosto de todo tipo de forró, mas o tradicional tem o seu lugar”, garante o repórter, que acredita que manter a tradição faz bem durante o isolamento da pandemia. “Acho que a gente tem que se apagar ao máximo possível de vida normal para tentar sobreviver a pandemia e as tradições estão dentro disso aí. A gente não vai ter o São João na rua, mas pode fazer em casa. É uma oportunidade de se aproximar mais da família e fazer algo mais familiar como foi na sua origem. O São João nasceu nas casas”, afirmou Lyrio.

Zabumbeiro, backing vocal e fundador da banda Xote de Anjo, Anderson Jamaica concorda que comemorar dentro de casa ajuda a manter a alegria em meio à pandemia. “A gente não quer deixar que o isolamento seja algo monótono, vamos levar alegria. É possível comemorar, mas sempre respeitando as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS)”, disse Jamaica.

Para o artista, as lives são uma forma de levar o trabalho e a cultura da região Nordeste para o mundo todo. “A gente trabalha com o forró levando a cultura pois é uma música com relação grande com a população do Nordeste”, analisou.

Banda Xote de Anjo participa de live do CORREIO (Foto: reprodução)

A banda a aprovou a iniciativa do CORREIO, que, de acordo com Jamaica, demonstra que o jornal está preocupado em mostrar “a cultura da terra”. “Ficamos contentes com o convite por sermos artistas da terra e podermos ter a possibilidade de levar o forró para quem curte o jornal”, disse.

O repertório da apresentação no instagram deve ser composto por clássicos do forró, como as músicas de Luiz Gonzaga, e canções autorais da banda, como Carnaval de Forrozeiro e São João na quarentena.

*Com orientação da editora Dóris Miranda

Fonte: Correio