Com lives de forró do São João no CORREIO, baianos comemoraram dentro de casa

“Fogueira na porta, aquela ruma de parente, o povo andando na rua”, recitou o poeta Marcelo Caettano sobre os festejos juninos do Nordeste ao abrir a última live do projeto São João no Correio, no sábado (20). Em 2020, a tradicional festa foi cancelada em toda a Bahia devido à pandemia do novo coronavírus e teve que se adequar às restrições impostas pelos vírus. Na falta dos shows, a solução é aproveitar as lives. E desde o começo de junho, o CORREIO entrou na comemoração com um esquenta de São João que teve duas apresentações online por semana.

Ao todo, foram seis lives de artistas do autêntico forró pé de serra. A festa pela internet começou com a banda Fulô de Mandacaru, em 5 de junho, passando pelas apresentações de Del Feliz, Estakazero, Flor Serena e Zelito Miranda até o encerramento do projeto com um show de Adelmário Coelho, no último sábado. As lives ocorreram sempre às sextas e sábados de junho, às 19h, no Youtube do CORREIO, onde foram salvas e podem ser acessadas a qualquer momento. O projeto tem a parceria da ITS Brasil.

Entretanto, as comemorações ainda não acabaram. Na noite da véspera de São João, terça-feira (23), o repórter Alexandre Lyrio vai fazer uma live do seu arraiá dentro de casa através do Instagram do CORREIO. Além de muita música com a banda Xote de Anjo, ele vai conversar sobre a cultura e tradição juninas com Jânio Roque de Castro, professor de Geografia Cultural da Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

Os baianos isolados e com saudade do São João se empolgaram com o projeto. Até o fechamento desta reportagem, os vídeos já somavam mais de 460 mil visualizações. A adesão do público ultrapassou o esperado pelos idealizadores do projeto.

“Fizemos o projeto com a consciência de que somos um veículo de notícias e nosso canal do Youtube nunca foi explorado para outra vertente. O desafio de conseguir audiência para música no canal era muito grande. Ultrapassamos a nossa expectativa de aumentar em 10% a média de visualização dos vídeos do Youtube. Todos os vídeos têm tido uma audiência muito boa e que aumenta porque as pessoas têm buscado essas lives mesmo depois do momento ao vivo”, afirma a coordenadora de marketing do CORREIO, Marta Sousa, que elaborou o projeto e o executou em conjunto com a sua equipe formada pelas analistas de marketing Caroline Coutinho e Natália Improta.

A receita do sucesso parece ter sido a aposta no forró autêntico, que acalentou a carência do baiano pela festa. “Apostamos no apelo da festa de São João e fomos o primeiro veículo a fazer as lives de forró. Tivemos essa ousadia de arriscar enquanto todo mundo fazia só sertanejo e axé. Desde o começo, fizemos questão de escolher artistas que têm história com o ritmo”, explica Marta.

Com tradição na cobertura do São João e no apoio aos artistas, o CORREIO comemora a possibilidade de alimentar cada vez mais a relevância da cultura nordestina. Em nome de todo o jornal, Marta agradeceu aos artistas pela parceria de longa data: “Eles toparam fazer isso pela divulgação da cultura e não deixar a festa morrer por conta da pandemia”.

O projeto também arrecadou doações para a ONG Corrente do Bem, que distribui cestas básicas para comunidades extremamente carentes de Salvador e Região Metropolitana. Os primeiros kits começarão a ser doados nesta semana. O forrozeiro de plantão ainda pode fazer doações por meio deste link. Durante as transmissões, um QR Code fixo na tela direcionava a pessoa para a solidariedade. 

“Escolhemos essa ONG para poder chegar em pessoas que a gente não consegue sem o apoio deles, que já têm uma rede construída. Nós preferimos chegar nas comunidades extremamente carentes porque sabemos que as grandes instituições estão recebendo diversas doações. Inclusive, muitas dessas famílias carentes não conseguiram receber o auxílio emergencial”, explicou Marta sobre a parceria com a Corrente do Bem.

Artistas aprovaram o projeto
Para o cantor Armando, da banda pernambucana Fulô de Mandacaru, a live foi uma oportunidade de alegrar o público mesmo à distância. “Parabéns ao jornal CORREIO, que montou essa programação arretada, que está ajudando toda a cadeia produtiva do forró. Mesmo que nós não tenhamos São João esse ano, temos a oportunidade de levar alegria para o coração das pessoas. Isso é o mais importante”, comemorou no início da apresentação.

Com as festas canceladas, o cantor Del Feliz está com saudade das apresentações presenciais. Na live, o artista fez questão de ressaltar o quanto o São João é importante para ele: “Desde pequeno, eu tenho muitas saudades das brincadeiras, hoje muito menos exploradas, como o quebra-pote, pau de sebo e casamento caipira. Em tempo de pandemia, a saudade vai ser também do palco. De poder cantar e me divertir com centenas de milhares de pessoas, celebrando a festa da alma do Nordeste, fazendo o que mais amo”, afirmou.

Além de animar o esquenta do São João, a apresentação da banda Estakazero caiu no Dia dos Namorados. O vocalista do grupo, Léo Macedo, aprovou a ideia de usar a tecnologia para “entrar na casa das pessoas”. “O CORREIO está de parabéns, fortalecendo o São João e toda essa cultura que é tão importante para o nosso estado e país. Estamos fazendo de tudo para estar presentes na vida das pessoas nesse momento difícil”, pontuou.

Verlando Gomes, cantor da Banda Flor Serena, e Zelito Miranda acreditam que as lives ajudam a reduzir o sofrimento ao dar acesso à cultura dos festejos juninos. “Acho muito legal o jornal levar o forró e a cultura local pra casa das pessoas. Muita gente boa já passou por aqui”, disse Zelito.

Último artista a participar do projeto, Adelmário Coelho levou sua turnê junina para dentro do Youtube para matar a sede de forró do povo. Na live, o artista convidou a todos para fazer uma quadrilha dentro de casa. “Esse é um momento difícil das nossas vidas, mas vamos vencer, vamos acreditar nisso. Curtam o São João virtual e no próximo ano tudo deve estar normal. Parabéns ao CORREIO pelo projeto, encurtamos um pouco essa distância tão saudosa”, celebrou.

Reveja as lives do São João no Correio:

Dia 5/06  – Fulô de Mandacaru

Dia 6/06 – Del Feliz 

Dia 12/06 – Estakazero

Dia 13/06  – Flor Serena 

Dia 19/06  – Zelito Miranda

Dia 20/06 – Adelmário Coelho

Fonte: Correio