Orla da Barra terá protocolo para reabertura: sem ambulantes sem estacionamento

A partir das próxima sexta-feira (27), o calçadão da Orla da Barra passará a contar com um protocolo de reabertura para evitar aglomerações e a proliferação do coronavírus. O trecho foi bloqueado na semana passada depois de um forte movimento ser registrado no final de semana. Segundo a prefeitura, o trecho entre o Farol e o Barracenter será liberado apenas para a prática de atividade física, das 5h às 22h.

O acesso nesse trecho será permitido somente com o uso de máscaras, que também serão distribuídas na região, e haverá fluxo orientado dos corredores e ciclistas. O trecho já está aberto na tarde desta terça-feira.

“Porém, com regras, com disciplina, para garantir a higienização, o uso de máscaras, portanto, ordenar o calçadão para que todos possam usar com segurança”, alertou o prefeito ACM Neto.

Além disso, estão proibidos o acesso ao Farol da Barra, o comércio ambulante e o estacionamento de veículos. Para dar mais segurança a quem frequentar o calçadão para as atividades físicas, serão retirados os bancos e mobiliários no trecho, além da instalação de oito estações de higienização das mãos e sinalização durante o percurso.

A fiscalização será feita pela Guarda Civil Municipal (GCM), presente em quatro postos de controle, com patrulhamento através de bikes e totens orientadores. O órgão fará pesquisa de satisfação do público através da página no Instagram (@gcmsalvador). 

O anúncio foi feito nesta terça-feira (23), ao mesmo tempo em que o prefeito informou mais bairros que passarão a contar com medidas restritivas. Imbuí e São Cristóvão entraram para a lista.

Decretos prorrogados
Os bairros de Beiru/Tancredo Neves, Fazenda Grande do Retiro, Paripe, Federação, Engenho Velho da Federação, Santa Cruz e Engenho Velho de Brotas terão as medidas mais restritivas de combate ao coronavírus prorrogadas por mais sete dias, na tentativa de diminuir ainda mais a transmissão da covid-19 nessas áreas. 

“Além disso, estamos concluindo os trabalhos nos bairros de Itapuã e Brotas. No lugar, vamos incluir agora outras duas regiões: São Cristóvão, que já registrou 262 casos da Ccovid-19, e o Imbuí, com 310 casos do novo coronavírus”, informou o prefeito. As medidas terão início na quinta-feira (25).

As medidas regionalizadas nos bairros envolvem iniciativas mais rígidas, determinando que os comércios formal e informal devem permanecer fechados, independentemente do tamanho da área. Apenas atividades essenciais podem funcionar, a exemplos de supermercados, padarias, delicatessens, farmácias, açougues, estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery (sem retirada no local) e serviços de saúde.

As localidades também recebem ações de proteção à vida, que englobam distribuição de cestas básicas para trabalhadores informais e entidades sociais que atuam na região, e de máscaras de proteção para a comunidade. Os moradores têm acesso a testes rápidos para detecção do coronavírus e medição de temperatura, além de serem realizadas higienização de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti e assistência social através do Cras Itinerante.

Fonte: Correio