Mais de 700 cestas básicas foram distribuídas, neste sábado (27), ara ambulantes e feirantes de São Cristóvão, bairro que cumpre medidas regionalizadas de isolamento desde a última quinta-feira (25). Ao todo, a Prefeitura, através da Secretaria de Ordem Pública (Semop), entregou 727 kits aos trabalhadores informais, que começaram a ser cadastrados pela Semop, para receber os itens, na própria quinta-feira (25). 

O benefício é concedido mesmo a quem não é cadastrado como ambulante ou feirante junto à Semop ou que já tenha recebido outros tipos de auxílio por conta da pandemia. Só é preciso que a pessoa confirme que tem ponto na localidade. A iniciativa se repete em todos os bairros da cidade com medidas regionalizadas mais rígidas, para compensar o fechamento de todo o comércio informal, pelo prazo inicial de sete dias.

Em São Cristóvão, a entrega dos kits ocorreu na Escola Municipal Barbosa Romeu, com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM). Enquanto os caminhões descarregavam as cestas, agentes da GCM organizavam a fila, respeitando o distanciamento entre as pessoas de 1,5 a dois metros.

Uma das primeiras a receber os itens foi a ambulante Cristiane Reis dos Santos, 34 anos. “Esses dias não posso trabalhar no meu comércio e não teria como levar o sustento para casa. Vivo das minhas vendas para comprar comida. Sou muito agradecida, pois graças a essa cesta básica vou poder alimentar meus filhos por alguns dias”, disse Cristiane, que é mãe solteira de dois filhos.

No total, incluindo a localidade, já foram distribuídas pela Semop cerca de seis mil cestas básicas para vendedores ambulantes e feirantes nos quase 30 bairros que passaram por medidas regionalizadas de restrição contra a covid-19. 

As cestas básicas possuem alimentos de primeira necessidade. Segundo o secretário da Semop, Marcus Passos, a iniciativa mostra a sensibilidade da Prefeitura com os ambulantes, neste momento crítico de pandemia. 

“Sabemos quão importante é essa iniciativa para estes trabalhadores, bem como para suas famílias, que ficarão pelo menos uma semana longe de suas funções e sem receber seu ganha-pão. Atuamos a fim de minimizar os impactos sociais e econômicos, bem como para preservar as vidas dos moradores de nossa cidade”, afirmou o secretário.

No bairro do Imbuí, onde as medidas foram decretadas e também passaram a valer desde a última quinta-feira (25), os agentes da Semop vão realizar a entrega de 200 cestas básicas nesta segunda-feira (29).

Fonte: Correio