Em torno de 30 dias, elas começam a brotar. Salsa, cebolinha, coentro e outros temperos, e condimentos. Após mais duas semanas, dá para ver também o tomate e pimentão nascendo a partir da semente. Tudo isso acontece ali na janela do apê. Sim, dá para montar uma hortinha e garantir hortaliças e temperos fresquinhos na quarentena sem nem precisar sair de casa.

Tem tanta gente querendo montar uma dessas, que o primeiro curso online de Hortas em Pequenos Espaços, lançado durante a pandemia pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), acumulou na primeira turma 8 mil pessoas e na segunda outras 10 mil inscrições.
 

O alface leva, em média, 40 dias para crescer
(Foto: Embrapa/ Divulgação)

Até o momento, mais de 600 baianos se inscreveram no curso, com base nos dados da Embrapa, que iniciou as inscrições para a terceira turma. O cadastro é gratuito e pode ser feito na plataforma e-Campo, no site ava.sede.embrapa.br ou na página da Embrapa Hortaliças. 

Todos os meses estão sendo abertas turmas no dia 1 e dia 15, com 8 mil vagas cada, somando 16 mil vagas. O CORREIO pediu ajuda a uma das conteudistas do curso online, Lenita Haber, que montou um passo a passo bem prático para ensinar a cultivar hortaliças e temperos. O recipiente, inclusive, pode ser até um potinho de sorvete ou uma garrafa pet.

“A gente recomenda que o tamanho mínimo do recipiente tenha 15 cm de profundidade e 15 cm de largura. Os temperos, as ervas aromáticas, como menta, hortelã e manjericão, desenvolvem bem em apartamentos. Já em uma garrafa pet dá para plantar, por exemplo, as mais arbustivas entre elas tomate, pimentão, couve e pimenta”, explica Lenita.

Para a especialista, o que vai garantir uma horta produtiva é preparar bem a terra: “A terra tem que estar bem adubada antes de qualquer plantio. Toda planta precisa de nutrientes para desenvolver. Vale lembrar também que a parte inferior do recipiente tem que estar furada para conseguir drenar a água”.

E por falar em água, nem irrigação demais, nem de menos: “não molhe demais, a ponto de escorrer para não lavar os nutrientes. Outra orientação importante é deixar sempre os vasos, no mínimo, por quatro horas no sol”, completa. Confira o passo a passo: 

SUA HORTA NO APARTAMENTO

1º passo: Escolha um local da casa bem ensolarado e o recipiente para o plantio. Vale garrafa, balde ou vaso. É importante que tenha furos embaixo do pote e uma profundidade maior que 15 centímetros, para que as raízes das plantas possam crescer sem dificuldade.

2º passo: Agora é começar a preparar bem a terra. “Isso é extremamente importante para a planta crescer saudável”, explica, Lenita Haber, uma das conteudistas do curso online de Hortas para pequenos Espaços, da Embrapa. A dica é utilizar terra de barranco ou terra pronta que dá para encontrar fácil em mercados e floriculturas. Nesta etapa, também é preciso adubar a terra com calcário, esterco curtido (esterco animal) e adubo NPK (nitrogênio, fósforo e potássio).
 

Ervas como os manjericão, por exemplo, levam 30 dias para germinar 
(Foto: Embrapa/ Divulgação)

3º passo: A proporção é a seguinte: 10 litros de solo + 20 gramas de calcário + 3,4 litros de esterco de ave curtido ou 6,8 litros de esterco bovino curtido + 40 gramas de NPK 4-14-8 (ou 20 gramas de NPK 4-30-168) + 40 gramas de termofosfatado.

4º passo: Após preparar a terra, escolha as sementes ou mudas da hortaliça que deseja cultivar. Molhe bem o solo e plante a semente (em uma profundidade máxima de 1 cm) ou transplante a muda (em uma cova com tamanho suficiente para caber o torrão de terra da muda).

5º passo: Lenita orienta que não é necessário irrigar as plantas de acordo com a necessidade de cada uma. 
“A dosagem correta é muito importante porque a falta de água prejudica o transporte de nutrientes do solo para a planta e, por outro lado, o excesso pode causar apodrecimento das raízes”, pontua.

A salsa é um dos temperos que se adaptam bem em apartamentos
(Foto: Embrapa/ Divulgação)

6º passo: Caso apareça alguma lagarta, caracol ou besouro é só retirar o bichinho manualmente e lavar bem as mãos logo depois.

7º passo: O cultivo de hortaliças exige uma boa fertilidade do solo. Por isso, o conselho é que, quinzenalmente, sejam feitas adubações complementares, como acrescenta a especialista: “Basta usar uma medida de copinho de café de esterco de ave curtido ou dois copinhos de esterco de gado curtido e distribuí-lo ao redor do vaso”.

MÉDIA DE TEMPO DE CRESCIMENTO

30 dias: temperos e condimentos como salsa, cebolinha, coentro

40 dias: alface

45 dias: tomate e pimentão

60 dias ou mais: tubérculos como batata e cenoura (nesse caso, é necessário um recipiente com uma profundidade mínima de 30 cm)

COMBATE AOS BICHINHOS

Caldo de fumo: é necessário 10 g de fumo de corda. Picote o fumo, coloque em 500 ml de álcool e deixe armazenado em um ambiente fechado e escuro por 15 dias. Depois desse período, coe, dissolva a mistura 50 ml em 1 litro de água e pulverize a parte da planta que foi atacada. É importante esperar 24h antes de fazer o consumo. 

Caldo de pimenta: machuque de 5 a 10g de pimenta e dissolva em 100 ml de álcool. Mantem em um recipiente escuro e fechado por sete dias. Depois é só coar e misturar em 1 litro de água antes de pulverizar a planta. 
 

Fonte: Correio