Depois que Arthur Aguiar, 31 anos, respondeu às suas acusações, a influencer Mayra Cardi, 36, fez novo vídeo reafirmando que o ex-marido é uma pessoa abusiva. “Abusador com cara de príncipe”, define ela, em publicação feita no domingo (28).

No primeiro vídeo, Mayra afirmou que foi traída várias vezes por Arthur e disse que o casamento dos dois era tóxico, relatando vários comportamentos do cantor. Ele rebateu as acusações também em vídeo, afirmando que cometeu erros, mas negando ser o “monstro” descrito pela ex-mulher. Os dois são pais da pequena Sofia.

Sem citar o nome de Arthur, Mayra disse ontem que iria falar de “relacionamentos tóxicos e abusivos”. “Existe uma grande parte das pessoas que não sabe o que é um relacionamento abusivo”, acredita.

“Eu sou uma mulher que caiu algumas vezes nessa armadilha da vida, e vou explicar sobre isso, como ser humano, colocando o meu posicionamento, me abrindo para que mulheres como eu também possam entender e, inclusive, olhar de que maneira possam sair de relacionamentos como este”, avisou. “Para você estar em um relacionamento abusivo, você só precisa ser uma pessoa e estar sendo manipulada, enganada, sob mentiras, sob pressão, sob o desejo do outro a qualquer custo”, analisou.

Mayra disse que falava de experiências pessoais e que é mais fácil de identificar o abuso quando o homem parte para agressões físicas. “(Quando ele vem) Te estuprando ou te batendo, assim fica mais fácil de identificar. E, talvez, fique mais fácil de correr também. Mas é muito difícil quando o abusador vem com cara de príncipe, com cara de coitadinho, educado, conquistador, abre a porta do carro, te dá flores”, acredita.

“Aos pouquinhos você vai, não só caindo nos encantos, mas deixando de ser você, perdendo a sua personalidade, caindo cada vez mais nas mentiras, nas manipulações, nos quereres, e deixa de querer o que você gosta, quem é você, os seus amigos, deixa de ser quem você é”, diz.

Rede de chantagem
Muitas vezes a mulher tenta fazer todas as vontades do parceiro como uma maneira de aplacá-lo e também por estar envolvida em uma rede de manipulação e mentiras, diz Mayra no vídeo.

“Chantagem emocional também é uma coisa que acontece muito em um relacionamento abusivo. A chantagem pode ter várias coisas envolvidas: a família, os filhos e os valores. ‘Como é que vai ser a sua vida sem mim?’, ‘Eu vou te deixar se você fizer isso’ ou ‘Assim para mim não funciona’. E fica aquela manipulação e chantagem emocional sendo regada pelas mentiras e pelas manipulações diárias”, diz.

A mulher também muitas vezes espera que com o tempo, e sua ajuda, o homem acabe mudando. “A pessoa te trai, ela cria uma imagem de um marido perfeito, de um pai perfeito. Aí você descobre as traições e aí ela [chora, fala que vai mudar, que não entende por que te faz sofrer. E você também chora, porque você ama muito. E exatamente por amar muito que você está em um relacionamento abusivo”, disse.

“Sim, você ama o seu abusador e é exatamente por isso que se chama uma relação abusiva. Nós nunca queremos terminar, nós nunca queremos sair, nós não sabemos como sair, porque estamos presas psicologicamente nessa manipulação e abuso diário do que ele gosta, do jeito que ele quer, a hora que ele quer, de como ele quer”, avalia.

Com o tempo, contudo, o que acontece é que a mulher é quem vai mudando, deixando os amigos e a personalidade de lado. “Você não usa mais as suas roupas, você não tem mais os seus amigos, você nem tem mais as senhas dos seus celulares só para você, ou dos seus e-mails ou conta bancária só para você. Tudo é dele”, diz. “O abuso vem de várias formas e o abusador não sabe que está abusando. Ele acha que é de direito dele. E que ‘tudo bem’, que é o gosto dele, o desejo dele. E tudo bem porque ele sabe o que é melhor para você”, definiu.

Fonte: Correio