Estamos muito próximos do platô em SP, diz Doria sobre curva da pandemia

O governador João Doria (PSDB) afirmou nesta quarta-feira (1º) que o estado de São Paulo está perto de atingir o platô na curva do coronavírus. O platô é quando epidemia deixa de subir por um longo tempo, fazendo uma linha contínua, até o início da queda.

A declaração foi dada à “GloboNews”. “Nós estamos muito próximos do platô, que é aquela faixa superior e muito próximos de chegar a esse momento aqui no estado de São Paulo. Depois, dizem os especialistas, médicos, cientistas, epidemiologistas e infectologistas que esse platô segue em uma linha horizontal.E depois, na sequência, é o que nós esperamos, o decréscimo”, disse ele durante entrevista ao jornal “Em Ponto”.

O governador afirmou que o estado registrou 144 mortes a menos na última semana. “São Paulo teve um número menor de mortes na última semana, menos 144 da média da semana passada. Ou seja, já é um reflexo da chegada muito próxima desse platô”, afirmou.

Dados da média móvel de mortes no estado mostram que, no dia 30, a média era 242,14. Esse índice faz a média dos óbitos por coronavírus ou suspeitos nos sete dias anteriores. No dia 20, esse índice atingiu 276,27. A redução no período foi de 12%.

O estado, porém, já viveu momentos em que houve ligeira queda e depois novos aumentos. A Baixada Santista e o município de São Paulo tiveram queda nos números de internações e de óbitos por coronavírus nos últimos sete dias em relação à semana anterior.

Segundo os dados apresentados pelo governo do estado nessa terça-feira (30), as internações na capital se reduziram em 10% e os óbitos, em 17%. Já na baixada, a redução foi de 13% em relação às internações e 22% em relação ao número de mortes.

Fonte: Agencia Brasil