Mulher que agride verbalmente agente em fiscalização de bar no Rio é demitida

A mulher filmada durante uma blitz da Guarda Municipal do Rio de Janeiro ofendendo o agente foi demitida da empresa em que trabalha no dia seguinte ao vídeo ter sido veiculado no programa ‘Fantástico’, da Rede Globo. 

Na filmagem, a mulher questiona o trabalho da equipe de fiscalização da prefeitura durante uma ação em bares da zona Oeste do Rio de Janeiro. O bar que ela estava foi interditado por não respeitar o limite de clientes estabelecido pela prefeitura e por vender carne vencida.

Irritados com a fiscalização, dois clientes abordam o chefe da fiscalização e questionam a ação. O agente chama o homem de ‘cidadão’ e é imediatamente questionado pela mulher que o acompanhava: “Cidadão, não. Ele é engenheiro civil, formado. Melhor que você”, diz em tom bastante arrogante.

Em nota divulgada pela Taesa, a empresa diz está “comprometida com a segurança e saúde não apenas de seus empregados, mas também com o bem-estar estar de toda a sociedade” e diz ter implementado diversas iniciativas para proteger a saúde de seus profissionais.

No podcast Tempo Hábil Entrevista: Como a pandemia do novo coronavírus é afetada pela crise das instituições

 

A empresa diz ainda que “não compactua com qualquer comportamento que coloque em risco a saúde de outras pessoas ou com atitudes que desrespeitem o trabalho e a dignidade de profissionais que atuam na prevenção e no controle da pandemia”.

A Taesa diz compartilhar da “indignação da sociedade em relação a este lamentável episódio, sobretudo em um momento no qual o número de casos da doença segue em alta no Brasil e no mundo”.

Fonte: Agencia Brasil