Com ritmo acelerado de contágio, Brasil escala ranking mundial da Covid-19

Com quase 30 mil mortes por Covid-19 apenas nos 30 dias de junho, o Brasil “escalou” sete posições no mês passado no ranking trágico da pandemia, segundo dados do site Our World in Data, que compila as estatísticas de coronavírus de todos os países. 

No dia 1º do mês passado, o Brasil ocupava a 23ª posição do ranking de mortes por milhão de habitantes. Na data, o país acumulava 137,91 mortes para cada grupo de 1 milhão de pessoas.

No último dia do mesmo mês, a taxa praticamente dobrou, passando para 274,34, efeito do ritmo acelerado de mortes por Covid-19 no período. 
No começo de junho, o Brasil havia registrado 29314 mortes pela infecção causada pelo coronavírus. No término do mês, já eram 58314 óbitos. Ou seja, 29 mil mortes em um mês, tornando-se assim o segundo país com mais mortes pela doença no mundo, atrás dos Estados Unidos.

Em julho, com a pandemia ainda em expansão acelerada no Brasil, a taxa acumulada de mortes por milhão de habitantes atingiu 319,74 e o país já subiu mais duas posições no ranking negativo da pandemia. Atualmente, o Brasil ocupa a 14ª.

Fonte: Agencia Brasil