Castelo Branco e Águas Claras terão medidas restritivas

Os bairros de Castelo Branco e Águas Claras terão medidas de restrição a partir da sexta-feira (17) para tentar conter o avanço da covid-19 nas regiões, segundo anunciou nesta quarta-feira (15) o prefeito ACM Neto. Os dois bairros, juntos, registraram quase 900 casos desde que começou a pandemia em Salvador.

“Castelo Branco já registrou 439 casos da covid-19 e Águas Claras 441 casos. Pelo crescimento do número de casos nessas duas regiões, agora vamos iniciar a presença da prefeitura (lá)”, diz o prefeito.

Hoje também a prefeitura prorrogou as medidas por mais sete dias em Fazenda Coutos, Coutos, Liberdade e Nordeste de Amaralina. Já no Cabula 6, Resgate, Beiru/Tancredo Neves, São Cristóvão, centro, Pernambués e Saramandaia o trabalho foi encerrado e as medidas serão encerradas por enquanto. “Depois das últimas análises técnicas que fizemos, com nossa equipe de trabalho, e, claro, acompanhando o comportamento do coronavírus em cada um desses lugares”, explicou Neto.

Em todos os locais com medidas de isolamento mais rígidas, os comércios formal e informal devem permanecer fechados, independentemente do tamanho da área. A exceção acontece apenas com as atividades essenciais, a exemplos de supermercados, padarias, delicatessens, farmácias, açougues, estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery (sem retirada no local) e serviços de saúde.

Além disso, os bairros recebem ações de proteção à vida que consistem na distribuição de cestas básicas para trabalhadores informais e entidades sociais que atuam na região, e de máscaras de proteção para a comunidade. Também são ofertados testes rápidos para detecção do novo coronavírus, medição de temperatura, higienização de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti e Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Itinerante.

Fonte: Correio