Policiais imobilizam motoboy com gravata e ele grita: 'Não consigo respirar'

Durante a manifestação marcada pelo SindimotoSP (Sindicato dos mensageiros, motociclistas, ciclistas, mototaxistas intermunicipal do estado São Paulo), realizada nessa terça-feira (14), diversos registros em vídeo foram feitos e circulam pelas redes sociais de uma abordagem a um dos integrantes do protesto por policiais militares.

Nas imagens é possível ver pelo menos três agentes imobilizando um motoboy, que durante a abordagem grita “não consigo respirar”, mesma frase usada pelo norte-americano George Floyd, asfixiado até a morte por policiais nos EUA no mês passado.

O fato ocorreu na avenida Rebouças, no bairro Pinheiros, da capital paulista. Nos vídeos é possível ver dois policiais tentando imobilizar o homem, enquanto outro PM, de arma em punho, manda que os colegas manifestantes, que filmavam a ação, se afastem.

A PM alegou, em nota, que o motoboy estava com a carteira de motoristas vencida, ofereceu resistência a uma abordagem e precisou ser contido.

“Foi constatado que ele está com a habilitação vencida desde 2019. A ocorrência foi encaminhada ao 14º DP, onde foi elaborado um termo circunstanciado de resistência. A motocicleta foi apreendida administrativamente e a autoridade policial solicitou exames de corpo de delito aos policiais e ao rapaz, e encaminhou o caso ao Juizado Especial Criminal (Jecrim)”, diz a nota da corporação.

Em outro vídeo, o rapaz que teria sido agredido reclama da ação da polícia e chora ao lamentar a apreensão de sua moto e enumera as agressões sofridas.

Fonte: Agencia Brasil