Associação Comercial da Bahia completa 209 anos

A Associação Comercial da Bahia (ACB) celebrou, nesta quarta-feira (15), 209 anos de fundação. Em mais de dois séculos de atuação,  a entidade participou ativamente da vida do estado. Em 1855, por exemplo, teve atuação marcante na epidemia de cólera-morbus, tomando a frente das ações comunitárias em favor das vítimas e oferecendo sua própria sede para seu atendimento.. Em 1970, liderou o movimento da iniciativa privada  para a implementação do Polo de  Camaçari, cujo ato de constituição foi assinado em solenidade realizada em sua sede,no bairro do Comércio,  em outubro de 1971. Seu atual presidente é Mário Dantas, que falou ao CORREIO sobre a importância da entidade e seus projetos.

A ACB completou ontem 209 anos de fundação. Qual a importância da entidade para o estado? 

A Associação Comercial da Bahia é a mais antiga das Américas e até da Península Ibérica.  Mais antiga do que as das cidades do Porto, de Lisboa. Temos pesquisado, e o que nos parece que só existe uma entidade mais antiga no mundo, que fica em Londres. A associação  sempre teve uma participação ativa em articulações de projetos de desenvolvimento econômico. As grandes decisões do país, desde a época do Brasil Colônia,  do Império, da Velha República, da Nova República, passaram pela associação.

É uma entidade que tem atuação em todo o estado?

Sim. Atuamos em todo o estado e em todos os setores da economia. É a única  entidade empresarial  transversal, ou seja, que atinge todos os setores da economia e todos os portes de empresas, desde o profissional liberal até as grandes empresas. 

Quais são hoje os projetos mais importantes? 

Estamos trabalhando muito fortemente para devolver a relevância a ACB em projetos empresariais. Destaco três iniciativas hoje: a Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem; o Núcleo Jurídico,  e  o programa Made in Bahia, que visa a valorização dos produtos e serviços locais. 

O governo do estado e a prefeitura apresentaram recentemente um plano de reabertura das atividades. Qual a sua opinião  sobre a iniciativa? 

A adoção  deste plano é importante  ao estabelecer métricas objetivas que levam às fases de reabertura das atividades. É importante até sob o ponto de vista pedagógico, para que a população entenda a importância de reduzir o contágio. Mas as coisas só irão voltar mesmo à normalidade quando for disponibilizada a vacina. E ela vai chegar num prazo menor do que o previsto anteriormente. Tenho muita fé e em deus de que esta vacina vai chegar logo. 
 

Fonte: Correio