Covid-19: Brasil registra mais de 34 mil novos casos em 24 horas

O boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado nesta sexta-feira (17), mostrou que o novo coronavírus atingiu 2.046.328 de pessoas, no Brasil, desde o início da pandemia. Desse total, 1.321.036 pacientes conseguiram se recuperar da covid-19, doença que causou a morte de 77.851 brasileiros. Atualmente, 647.441 pacientes estão em tratamento. Nas últimas 24 horas, o país registrou 34.177 novos casoss da doença e 1.163 óbitos. 

Os estados com mais mortes por covid-19 são: São Paulo (19.377), Rio de Janeiro (11.919), Ceará (7.165), Pernambuco (5.869) e Pará (5.448). As Unidades da Federação com menos falecimentos pela pandemia são: Mato Grosso do Sul (203), Tocantins (283), Roraima (425), Acre (452) e Amapá (499).

Os estados com mais casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia são: São Paulo (407.415), Ceará (145.938), Rio de Janeiro (135.230), Pará (135.164) e Bahia (118.657). As Unidades da Federação com menos pessoas infectadas registradas são: Mato Grosso do Sul (15.805), Tocantins (16.954), Acre (16.965), Roraima (25.007) e Rondônia (29.117).

Bahia
O estado registrou, nas últimas 24 horas, mais 2.284 casos de covid-19 e 45 mortes, de acordo com boletim divulgado, nesta sexta-feira (17), pela Secretaria da Saúde (Sesab). Com as novas confirmações, o estado soma 118.657 infectados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia, com 2.738 óbitos.

Entre os diagnósticos, 94.923 pacientes já estão curados da doença, o que representa 80% do total de contaminados. Destes, 3.827 foram considerados recuperados nestas 24h (4,2%). Outras 20.996 pessoas (17,7%) ainda apresentam sintomas. Os 2,3% restantes referem-se às fatalidades.

Os casos confirmados ocorreram em 403 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (39,25%). As cidades com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (2.999,72), Itajuípe (2.523,06), Ipiaú (2.062,22), Lauro de Freitas (1.861,52) e Madre de Deus (1.853,70).

Na Bahia, 12.097 profissionais da saúde foram confirmados com a covid-19

Dos 2.433 leitos ativos exclusivos para infectados com o novo coronavírus, 1.564 estão ocupados (64,3%). Entre os 1.003 leitos de UTI adulto e pediátrico destinados somente a pessoas com a doença, 775 possuem pacientes internados (77,3%).

O boletim contabiliza ainda 256.770 casos descartados e 75.978 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h desta sexta-feira (17).

Médico deve ser procurado o mais breve possível

Em coletiva de imprensa realizada na tarde de hoje (17), o secretário executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, reforçou a orientação do governo de que a pessoa procure um médico aos primeiros sintomas de covid-19. “Os pacientes, ao sentirem esses sintomas, devem procurar um serviço de saúde, mesmo que sejam sintomas leves. O objetivo é garantir a oportunidade de um tratamento precoce, evitando o agravamento do quadro clínico de pacientes e a necessidade de internação”.

Franco acrescentou que “o médico é soberano” na escolha do tratamento mais adequado. “O médico é soberano no seu diagnóstico clínico e também tem a competência para propor o tratamento mais adequado ao paciente”.

Durante a coletiva, o ministério divulgou dados sobre a distribuição de ventiladores pulmonares nos estados. Foram entregues, até hoje, 7.994 ventiladores pulmonares, sendo 1.445 nesta semana. O estado que mais recebeu o equipamento até agora foi o Rio de Janeiro. Foram 950 ventiladores para o estado. São Paulo, com 787; Minas Gerais, com 551; e Paraná, com 534, estão entre os estados mais atendidos pelo governo neste quesito.

Veja entrevista na íntegra

Fonte: Correio