Fim da via: Jorge Jesus fecha com o Benfica e deixará o Flamengo

A vitoriosa passagem de Jorge Jesus pelo Flamengo está chegando ao fim. Após semanas de especulações, o treinador português, campeão da Libertadores pelo time da Gávea, chegou a um acordo para retornar ao Benfica, de Portugal. As informações são do GloboEsporte.com.

A decisão de deixar o Rio ocorre apenas dois dias depois de conquistar o Campeonato Carioca e após um retrospecto impressionante: em 57 jogos no comando do Fla, foram 43 vitórias, 10 empates e somente 4 derrotas. Ao todo, foram 129 gols marcados e 47 gols sofridos com o time sob sua batuta.

O mister ainda vai comunicar a decisão à diretoria rubro-negra, que até o momento afirma que não foi informada de nada pelo treinador. A informação foi divulgada primeiro pelos principais jornais portugueses.

O contrato de Jesus com o Benfica será de três anos, e ele receberá cerca de 3 milhões de euros líquidos por temporada – no Flamengo, no novo vínculo, receberia cerca de 4 milhões de euros anuais. Ele volta ao clube português, onde trabalhou entre 2009 e 2015 e faturou o tricampeonato português. O clube rubro-negro terá direito a receber 1 milhão de euros, multa rescisória estipulada no contrato.

Ainda segundo o GloboEsporte.com, Jorge Jesus levará consigo toda a sua comissão técnica, formada por seis compatriotas. E também pretende levar o chefe do departamento médico do Flamengo, Marcio Tannure. Ele fez o convite diretamente ao profissional, que se encontra atualmente em Abu Dhabi, trabalhando para o UFC.

Apesar de ter renovado o contrato recentemente com o Flamengo, até junho de 2021, Jesus se viu balançado com o convite do Benfica.

Pesou muito a questão da pandemia de novo coronavírus, que trouxe indefinição ao calendário, maior motivação do treinador no Brasil: ele tinha um pacto com os jogadores de tentar ganhar o Mundial de Clubes, mas agora o torneio sequer tem data para acontecer. A distância da família, agravada em tempos de quarentena, foi outro fator.

Em sua passagem, o português conquistou o Campeonato Brasileiro e a Libertadores de 2019, e a Recopa Sul-Americana, a Supercopa do Brasil e o Campeonato Carioca deste ano.

Com os cinco títulos, tornou-se ao lado de Flávio Costa o segundo técnico mais vitorioso da história do Flamengo. Está atrás apenas de Carlinhos, que conquistou seis, mas em sete passagens diferentes ao longo de 17 anos.

Fonte: Correio