Elizeth Cardoso na era do streaming

O centenário da cantora Elizeth Cardoso (1920-1990), completado na última quinta-feira, tem ganhado, merecidamente, uma série de comemorações. Entre lives e relançamentos, quero destacar à chega no streaming do lindo álbum Todo o Sentimento, que estava fora de catálogo e que a gravadora Biscoito Fino traz de volta ao mercado – primeiro nas plataformas digitais e depois em formato físico.

E o que este disco tem de especial, em meio à tantos trabalhos gravados pela Divina cantora carioca? Além de ser seu último trabalho, lançado em 1991, marca o encontro entre a voz madura da cantora já consagrada com o violão virtuoso do jovem prodígio Raphael Rabello, à época com 15 anos. 

Com produção de Hermínio Bello de Carvalho, Todo o Sentimento foi lançado em vinil um ano após a morte da cantora. A gravação  aconteceu em 1989, e reproduziu o clima emotivo das apresentações dos dois no Projeto Seis e Meia. No texto de apresentação do trabalho, Hermínio lembra como a cantora ficou impressionada com Raphael, decidindo gravar o disco, mesmo já sofrendo com um câncer de estômago. 

“Com a doença se agravando, ela me perguntava pelo disco a cada visita que lhe fazia, quando ia sair, se a gravação tinha ficado boa, essas coisas”, relembra o produtor. O repertório é um passeio pelo cancioneiro nacional, a começar pela canção título, de Chico Buarque e Cristóvão Bastos, um belo poema sobre o tempo, o amor e os encontros.

Só esta música já valeria a audição, mas a seleção segue com outras pérolas como Faxineira das Emoções (Joyce), Janelas Abertas (Tom Jobim, Vinicius de Moraes), No Rancho Fundo (Ary Barroso, Lamartine Babo) e Chão de Estrelas (Silvio Caldas – Orestes Barbosa).

todo sentimento

A mesma gravadora vai lançar, no dia 31, nas plataformas digitais, o disco Uma Homenagem à Divina Elizeth Cardoso – 100 Anos Ao Vivo, com elenco  que inclui Zezé Motta, Alaíde Costa, Ayrton Montarroyos, Claudette Soares, Eliana Pittman e Leci Brandão. O trabalho foi gravado em março, no Sesc Pinheiros.

Já a Universal Music, que hoje detém a maior parte do acervo da cantora, preparou um pacote apostando na força de Elizeth na música nacional. Dizponibilizou em todas as plataformas de  26 produtos da artista e três playlists exclusivas.

São 17 álbuns de carreira, um coletivo, um EP com quatro faixas raras e sete compilações. Estes lançamentos se somam a outros 14 álbuns de carreira e cinco coletâneas que já disponibilizados, deixando a obra da artista bem representada nas mídias digitais. Trata-se de uma ótima oportunidade para que velhos fãs se unam à nova geração para redescobrir esta que foi das primeiras grandes cantoras negras populares do país, projetadas pela Era do Rádio.

CURTAS

Mandela Day  –  Comemorado anualmente em 18 de Julho (dia do nascimento de Nelson Mandela) o evento será marcado no Brasil com o lançamento da versão digital do livro Racismo e Sociedade – Novas Bases Epistemológicas para Entender o Racismo (Nandyala), do escritor cubano Carlos Moore. Neste sábado (18), às 18h, o estudioso bate um papo com a editora Íris Amâncio, no qual fala sobre temas como as origens históricas do racismo, racismo estrutural e antiracismo – temas que perpassam o livro lançado em 2007, quando Carlos morava em Salvador. Atualmente, ele vive em Guadalupe, no Caribe. A conversa será através do Instagram @nandyala livrariaeditora.  

moore

Carlos Moore lança o e-book Racismo e Sociedade (Foto: Divulgação)

Vale Tudo – Grande sucesso da teledramaturgia nacional, a novela Vale Tudo, de Gilberto Braga, chega ao Globoplay neste domingo. Exibida em 1988, a trama envolveu o país no debate sobre ética e corrupção, protagonizada por Regina Duarte (Raquel) e sua filha Maria de Fátima (Glória Pires).    “Eu busquei fazê-la desprovida de empatia, como os psicopatas são, em vez de acentuar os atos condenáveis que cometeu contra a própria mãe”, recorda Glória, que viveu a personagem interesseira e cruel.

Clube Correio: Teatro em casa

Deus Me Live! é o novo formato online, via Zoom, da comédia A Noviça Mais Rebelde, estrelada pelo ator Wilson dos Santos. O espetáculo é dividido em um pocket show da irmã Maria José e os bastidores de camarim. Depois da apresentação rola bate-papo Neste sábado, às 17h. Ingresso: R$ 30, à venda no sympla. Clube correio: 20% de desconto. Confira uma lista de deliveres do Clube CORREIO em  www.correio24horas/clubecorreio. 

Fonte: Correio