Demanda por voos domésticos cai 85% em junho no Brasil

A demanda por voos domésticos registrou queda de 85% em junho, em relação ao mesmo mês do ano passado, informou nesta segunda-feira (13) a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Foi o terceiro pior resultado mensal desde 2000. As maiores retrações foram verificadas em abril (93,1%) e maio (91,0%), respectivamente, devido ao impacto da pandemia do novo coronavírus.

A oferta teve retração de 83,6% em junho, na comparação anual. Com isso, a taxa de ocupação das aeronaves ficou em 74,6%, uma redução de 7,1 pontos percentuais. No total, foram transportados 888.729 passageiros, o que representou uma diminuição de 87,3% diante de junho de 2019.

A demanda por viagens internacionais teve retração de 95,4% em junho, em relação a igual mês do ano passado. A oferta teve queda de 89,3% na comparação anual, com o aproveitamento dos aviões de 36,8%, diminuição de 49 pontos percentuais. Ao todo, 66.348 passageiros foram transportados, uma redução de 96,5%.

Fonte: Agencia Brasil