Polícia investiga gravação de videoclipe em comunidade com homens armados

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou nesta terça-feira (21) que abriu inquérito para apurar os responsáveis pelas filmagens de um suposto videoclipe gravado durante a tarde, ao que tudo indica, no interior da Favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. As informações são do jornal carioca Extra.

Nas imagens, homens aparecem numa caminhonete empunhando armamento pesado, inclusive fuzis. A polícia deverá investigar se são armas reais ou réplicas.

Ainda de acordo com a publicação, as gravações estariam relacionadas a um artista conhecido como MC 50, que teria promovido o desfile.

Na caçamba dos veículos, homens circulam em meio aos demais moradores, inclusive menores de idade, e exibem o que podem ser armas verdadeiras, falsas ou simulacros.

Segundo a Polícia Civil, os responsáveis pelas gravações podem ser autuados por “corromper ou facilitar a corrupção de menores de 18 anos, com ele praticando infração penal ou induzindo-o a praticá-la.”

A Polícia Militar do Rio informou que a ação aconteceu na Avenida Guanabara, também conhecida como Rua do Rio. Ainda de acordo com a corporação, não há anotações nas documentações dos três veículos identificados nas imagens.

O vídeo foi compartilhado pelo vereador Carlos Bolsonaro em seu Twitter com a legenda: “Todos com CR, efetiva necessidade, guia de tráfego, CRAF, antecedentes criminais limpos, ocupação ilícita, residência fixa, GRUs pagas e certidões legais averiguadas. Ok!”. O post, no entanto, foi apagado por volta das 20h.

Assista à gravação.

Fonte: Correio