Pugliesi se diz mal por críticas após volta ao Instagram: 'Sei que errei'

A influenciadora baiana Gabriela Pugliesei publicou vídeos nesta quarta-feira (22) para rebater críticas depois de voltar ao Instagram. A influenciadora, que gravou um vídeo na segunda-feira (20) para falar sobre as mudanças em sua vida nos últimos meses, disse que os comentários negativos, ontem e hoje, a “desestabilizaram”.

A musa fitness não postava na rede social desde o fim de abril, quando promoveu uma festa em meio à pandemia do coronavírus e foi ‘cancelada’ na web.

“Eu sei que eu errei. Ninguém sente o que eu sinto”, afirmou Gabriela, dizendo ter sido atacada depois de postar o vídeo desabafando sobre os dias difíceis que viveu. Ela diz que foi acusada de encenar nas imagens.

“Qualquer coisa que eu dissesse iriam falar alguma coisa. Iriam criticar, jogar ódio, julgar. Pensei muito antes de falar, fazer vídeo”, disse.

(Foto: Reprodução/Instagram)

“Eu, Gabriela, estou aprendendo com tudo isso. Mas, ontem e hoje, eu me vi em um estado em que não ficava faz tempo. E estou aqui para ser uma pessoa melhor. Eu preciso voltar à minha missão, focar no caminho que estava de autoconhecimento, amadurecimento e espiritualidade. Ficar lendo comentários de ódio mexe com a nossa energia e desestabiliza. Faz muito tempo que não ficava assim”, disse.

Erasmo Viana, marido da influenciadora, que participou da festa controversa, também se manifestou no Instagram e saiu em defesa de Gabriela.

“As pessoas estavam só esperando ela voltar para relembrar tudo o que aconteceu e mandar mensagens de baixo calão, agressivas. Ela e eu somos muito fortes; já sofremos outros ataques, nada como esses, mas sabemos lidar com a situação. Mesmo assim, ela acaba sofrendo. Ninguém gosta de ser alvejado com críticas assim. É óbvio que ela errou, como todos nós erramos, mas nada anula a influência positiva que ela teve na vida de milhares de pessoas”, disse.

Gabriela Pugliesi foi duramente criticada por promover, em abril, uma festa em meio à pandemia do coronavírus. A influenciadora digital acabou se queimando com patrocinadores ao contrariar a recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde) de se manter em quarentena. A atitude ainda recebeu críticas justamente porque Pugliesi foi uma das primeiras celebridades brasileiras a contrair covid-19.

Fonte: Correio