Invicto, Vitória avança às quartas de final da Copa do Nordeste

Depois de mais de quatro meses longe dos gramados, o Vitória alcançou o primeiro objetivo do recomeço da temporada: o rubro-negro vai disputar as quartas de final da Copa do Nordeste. A classificação foi confirmada na noite desta quarta-feira (22) após empate em 1×1 com o Botafogo-PB, no Joia da Princesa, em Feira de Santana.

O jogo marcou a estreia do técnico Bruno Pivetti à beira do campo e a de Jordy Caicedo em 2020. Recuperado de lesão, o atacante equatoriano assinou o gol do Leão e Lohan marcou o do adversário.

Foi o quinto empate do Vitória na competição, que avançou à próxima fase invicto e na 3ª colocação do Grupo B, com os mesmos 14 pontos do líder Confiança, que tem mais triunfos, e do vice-líder Ceará, que marcou mais gols e será o adversário do rubro-negro nas quartas de final. O mata-mata será disputado no sábado (25), em confronto único com hora e local a definir.

O NOME DO PRIMEIRO TEMPO

Ele ficou oito meses longe dos gramados e tratou de matar a saudade das redes em seu primeiro jogo na temporada. Jordy Caicedo passou por cirurgia no púbis e usou o tempo extra da paralisação dos campeonatos para se recuperar. O tempo de inatividade não comprometeu a pontaria e o equatoriano acertou a meta na primeira finalização diante do Botafogo-PB.

Garçom do time, Thiago Carleto deu a quinta assistência na temporada. De longe, o lateral esquerdo cruzou na medida para Jordy, que subiu certo e, de cabeça, abriu o placar no Joia da Princesa, aos oito minutos da etapa inicial. 

MAIS DOIS DESTAQUES

Além de Jordy Caicedo, outro atacante se destacou no primeiro tempo do jogo. De fora da área, Alisson Farias chutou a gol duas vezes. Primeiro, mandou por cima do travessão. Depois, exigiu boa defesa do experiente goleiro Felipe, cria do Vitória.

Do outro lado, o goleiro Ronaldo foi fundamental em um lance do jogo. Ele evitou o empate do Botafogo-PB após falha do zagueiro João Victor. O defensor rubro-negro entregou a bola nos pés de Rodrigo Andrade (o meia adversário, e não o volante do Leão) e ele rapidamente serviu Lohan. De cara para o gol, o centroavante da equipe paraibana bateu de primeira, mas Ronaldo defendeu à queima-roupa.

QUEDA DE RENDIMENTO NO SEGUNDO TEMPO

Se o Vitória imprimiu velocidade, encontrou espaços e dominou as ações no primeiro tempo, o rubro-negro baiano não conseguiu manter o ritmo na etapa final. O Botafogo-PB equilibrou as ações no segundo tempo e chegou a ser superior em alguns momentos. 

O esforço da equipe paraibana foi recompensado aos 17 minutos, quando Lohan se redimiu do gol perdido no primeiro tempo e igualou o marcador. Juninho foi pra cima de Thiago Carleto e cruzou na medida para o centroavante, que superou os zagueiros rubro-negros e, dessa vez, botou Ronaldo para buscar a bola no fundo da rede. 

Melhor em campo após o empate, o Botafogo-PB teve chance de vencer o jogo, quando o meia Rodrigo Andrade mandou de fora da área e exigiu boa defesa de Ronaldo.

FICHA TÉCNICA

Botafogo-PB 1×1 Vitória – 8ª rodada da Copa do Nordeste 
Estádio Joia da Princesa (Feira de Santana)

Botafogo-PB | Felipe, Erivelton (Cássio Gabriel), Fred, Luis Gustavo e Mário Sérgio; Mineiro, Juninho, Marcos Vinícius (Donato) e Rodrigo Andrade; Kelvin (Dico) e Lohan (Mário Sérgio). Técnico: Mauro Fernandes

Vitória | Ronaldo, Van, João Victor, Maurício Ramos e Thiago Carleto; Guilherme Rend, Rodrigo Andrade e Fernando Neto (Gerson Magrão); Vico (Felipe Garcia), Jordy Caicedo (Eron) e Alisson Farias. Técnico Bruno Pivetti  

Gols | Jordy Caicedo, aos 8 minutos do 1º tempo; Lohan, aos 17 do 2º
Cartão amarelo | Marcos Vinícius, Rodrigo Andrade, Fred; Jordy Caicedo, João Victor, Vico e Gerson Magrão
Cartão vermelho | Juninho 
Arbitragem | Mayron dos Reis Novais, auxiliado por Elson Araujo da Silva e Raphael Max Pereira (trio do Maranhão).

Fonte: Correio