Pivetti diz que eliminação é 'inadmissível' e mira próximos jogos

O Vitória se despediu do Campeonato Baiano neste domingo (26), após empatar em 2×2 com o Doce Mel, no Joia da Princesa, em Feira de Santana, e não se classificar para a semifinal do torneio. Para Bruno Pivetti, treinador do Leão, não se posicionar entre os 4 primeiros do estadual é algo inaceitável para a equipe rubro-negra.

“Houve entrega, houve dedicação. Mas é inadmissível uma desclassificação para um clube da qualidade e magnitude do Vitória”, comentou.

O Leão tinha que ganhar para manter viva a chance de avançar no Baianão. Para o técnico, os jogadores pecaram ao buscar o gol a todo custo. Com isso, a defesa acabou ficando exposta aos contra-ataques.

“Como nós temos uma equipe jovem e ansiosa, principalmente por fazer saldo de gol, nós nos desguarnecemos atrás por duas vezes e fomos prejudicados com isso no primeiro tempo. Aí no segundo tempo, lançamos todo ao ataque e, infelizmente, também cedemos alguns contra-ataques. Não conseguimos concluir da melhor maneira, mas acreditamos que temos margem de melhora e temos agora que focar os próximos desafios”, avaliou.

Para o técnico, é preciso, agora, focar nos compromissos seguintes. O Leão estreia na Série B no dia 8 de agosto, às 19h, contra o Sampaio Corrêa, no Barradão. Terá pela frente também a Copa do Brasil, que retornará no dia 26 de agosto. O Vitória perdeu por 1×0 do Ceará no jogo de ida e buscará a classificação para a quarta fase em casa.

“Esse processo de preparação vai ser fundamental para a sequência da nossa temporada, justamente porque esses jogadores vêm de quatro meses de inatividade e, agora, estão readquirindo o melhor ritmo de jogo. Isso não é uma justificativa para a eliminação, mas esse período preparatório servirá, justamente, para oferecer maiores condições para esses jogadores renderem melhor”, disse.

“Nós temos que corrigir o que erramos, ajustar os pontos de maior importância, justamente para nós termos capacidade de reverter essa fase. Nada dura para sempre. E olhar para frente. Nós temos um calendário pela frente e não podemos nos deixar abater por essa eliminação”, afirmou Pivetti.

Fonte: Correio