Barreiras sanitárias de BH já detectaram 2,6 mil pessoas com suspeita de Covid

Mais três estações de ônibus em Belo Horizonte passam a contar, a partir desta segunda-feira (27), com a atuação de agentes de saúde no controle do coronavírus. As novas barreiras sanitárias foram instaladas nas paradas de coletivo no Barreiro, em Venda Nova e Vilarinho. Somadas às ações realizadas nas principais avenidas, a capital mineira conta com 10 locais de controle, que já detectaram a suspeita de infecção por Covid-19 em 2.614 pessoas, encaminhadas para atendimento médico.

O balanço foi divulgado no último boletim epidemiológico da prefeitura da capital. Ao todo, mais de 1,1 milhão de pessoas passaram pelas barreiras sanitárias na capital desde 18 maio, data de instalação das primeiras estruturas.

Nas estações de ônibus, agentes de saúde fazem aferição de temperatura dos passageiros, que também respondem a um questionário, que avalia possível contato sinais e sintomas de Covid-19. Além disso, recebem instruções de como se prevenir da doença. Nenhum usuário é obrigado a parar nas abordagens.

Desde que foram colocadas nas paradas de coletivos, as ações já abordaram 34.169 usuários do transporte urbano. Destas, 112 foram encaminhadas para o serviço de saúde.

A reportagem visitou nesta segunda a estação Venda Nova, onde os os profissionais de saúde, devidamente paramentados, ficaram próximos as catacras para ação com os passageiros. “Caso seja detectado suspeita de Covid-19, nós pegamos os dados dessa pessoa, como telefone e endereço e encaminhamos para a secretaria de saúde de Belo Horizonte. A secretaria liga para essa pessoa e acompanha a ida dela até uma unidade de saúde”, explica a técnica de enfermagem Renata, que conversou com a equipe de O Tempo no local.

Veja abaixo os endereços de fiscalização sanitária a partir de terça-feira (28)

1 Av. Nossa Senhora do Carmo, no trecho do Belvedere

2 Av. Cristiano Machado, próximo à Rua das Guabirobas

 3 Av. Amazonas, próximo ao viaduto do Anel Rodoviário

4 Av. Dom Pedro I, próximo à Rua Bernardo Ferreira da Cruz

5 Estação Diamante

6 Estação Barreiro

7 Estação São Gabriel

8 Estação Pampulha

9 Estação Vilarinho

10 Estação Venda Nova

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura de BH, 558 perderam a vida em decorrência da Covid-19. A taxa de ocupação de leitos de UTI na capital é de 92%, uma das mais altas registradas até então.

 

Fonte: Agencia Brasil