Famosos pontos comerciais de Salvador passarão por readaptações; confira

Pontos comerciais de Salvador como avenidas Sete e Angélica e a Rua Genebaldo Figueredo, onde está localizado Mercado Municipal de Itapuã, passarão por adaptações estruturais que têm o objetivo de reduzir aglomerações e favorecer o distanciamento social. Nas avenidas, os ambulantes serão deslocados da calçada para áreas demarcadas no acostamento que respeitem o distanciamento mínimo entre as barracas. A mudança é oriunda de um ordenamento que readapta espaços públicos soteropolitanos à realidade em que o distanciamento social precisa ser seguido rigorosamente.

A readaptação do espaço, que faz parte do projeto Repensando a Cidade em tempos de pandemia, foi desenvolvida pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) e a Transalvador.

A intenção da Prefeitura é continuar transformando os ambientes comerciários que tenham uma densidade alta de pessoas em contato. Marcus Passos antecipou que a Avenida Joana Angélica passará pelo mesmo processo de readequação da Avenida Sete por ter situação parecida com a da vizinha. “Já posso te antecipar que a Joana Angélica passará por uma adaptação muito semelhante. Lá, existe uma quantidade relevante de ambulantes na calçada que operam em um regime parecido e isso precisa mudar”, afirma o secretário.

Nem todas readaptações seguirão o mesmo conceito dessas duas avenidas. No caso da Rua Genebaldo Figueredo, onde se localiza o Mercado Municipal de Itapuã, a área será fechada para veículos e só comerciantes e pedestres poderão circular.

Fonte: Correio