Com 709 novos registros em 24h, Brasil ultrapassa 107 mil mortes pela Covid-19

O Brasil acaba de ultrapassar a triste marca de 107 mil mortes provocadas pelo coronavírus, aponta boletim divulgado neste sábado (15) pelo Ministério da Saúde. Conforme os dados, foram 709 novos óbitos registrados nas últimas 24h. Apesar dos números, a curva projetada pela pasta sobre as notificações diárias começa a apontar para uma redução das confirmações.

Já em relação aos casos, o país teve 41.576 novos registros. Desde a chegada da pandemia no país, o número de infectados soma mais de 3,3 milhões de pessoas, o segundo maior índice mundial, atrás apenas dos Estados Unidos. Desse total, 2,4 milhões já estão recuperados e outros 805 mil seguem em acompanhamento.

A região Norte é a que apresenta a maior taxa de mortes pela Covid-19 a cada 100 mil habitantes – são 69 na faixa populacional. Ao todo, os Estados da região registraram 12.670 óbitos, com mais de 473 mil casos confirmados. No Sudeste, o índice é de 55 mortes por 100 mil habitantes – são 48.214 mortes e 1,1 milhão de casos confirmados.

Casos nas últimas 24h

De acordo com o Ministério da Saúde, São Paulo é o Estado que teve mais confirmações de novos casos nas últimas 24h – 11.408 e 167 óbitos. As cidades paulistas também lideram o ranking de registros acumulados desde o início da pandemia em março, com 697.530 pessoas infectadas e 26.780 mortes. 

Em seguida, aparece Minas Gerais, com 3.086 novas confirmações e 101 óbitos no dia. Porém, o Estado tem a menor taxa de mortes por 100 mil habitantes – são 19 a cada faixa dessa população. Ao todo, as cidades mineiras concentram 171.514 registros e 4.044 óbitos.

 

Fonte: Agencia Brasil