'Espírito de quem quer chegar', destaca Bruno Pivetti após empate

O Vitória largou na frente, tomou a virada no decorrer do jogo e arrancou o empate nos minutos finais. Esse foi o roteiro do empate em 3×3 com a Ponte Preta, na noite desta sexta-feira (14), no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). Após o apito final, o técnico Bruno Pivetti comemorou o resultado e elogiou a postura do time.   

“Nós sabíamos que tínhamos condições para vir aqui buscar os três pontos, mas, na circunstância do jogo, foi uma equipe muito aguerrida, demonstrou um espírito de quem quer chegar, de quem vai brigar pelas primeiras posições do campeonato. Dadas as circunstâncias, é um empate que deve ser comemorado, mas nós sabíamos que tínhamos chances de vencer. Descuidamos defensivamente neste jogo, tomamos três gols. Mas depois tivemos boas chances de fazer o quarto gol. Agora é descansar e preparar para o próximo desafio”, afirmou o treinador rubro-negro. 

Na avaliação de Bruno Pivetti, o próprio Vitória foi o responsável pelo volume de jogo da Ponte Preta em alguns momentos da partida. “A gente conseguiu pressionar bem o adversário. Conseguimos impor o nosso controle de jogo, fomos premiados com um gol. E, depois, a equipe recuou um pouco, às vezes até de maneira subconsciente. A gente convidou a Ponte Preta a atacar. Depois, no final do primeiro tempo, a gente reajustou e conseguiu equilibrar a partida. Já no segundo tempo, nós tivemos um nível de controle um pouquinho melhor, principalmente no final do jogo”, pontuou.

O empate com a Ponte Preta deixou o Vitória provisoriamente na 4ª colocação, com cinco pontos. A posição pode mudar, já que a terceira rodada da Série B tem jogos até domingo (16) e dois ainda não agendados – adiados devido a casos de coronavírus.

O Vitória volta a campo na quarta-feira (19), quando recebe o Náutico, às 21h30, no Barradão. Terá o desfalque do volante Guilherme Rend, que levou o terceiro cartão amarelo e está suspenso. “Este foi mais um jogo em que nós demonstramos a força do nosso elenco. Porque quem entrou deu conta do recado e conseguiu elevar o nível da equipe. Nós temos jogadores qualificados o suficiente para substituir qualquer peça”, afirmou Pivetti.

Diante da Ponte Preta, o Vitória jogou desfalcado de quatro titulares por ordem médica: Maurício Ramos, Van, Alisson Farias e Vico.

Fonte: Correio