Bahia é 7º do país em transplante de rins e lidera no Nordeste

A Bahia é o sétimo estado em transplantes de rins no país, segundo dados divulgados neste domingo (16) pelo secretário de Saúde do Estado Fábio Vilas-Boas. A Bahia lidera no Nordeste com 119 cirurgias realizadas no primeiro semestre deste ano, sendo 116 transplantes de doadores falecidos e três vivos.

“Bem distante do último lugar do país que ocupávamos em 2015”, escreveu Vilas-Boas no Twitter.

A recusa familiar e o desconhecimento sobre o processo de doação são alguns dos principais obstáculos para o aumento no número de transplantes, segundo apontam especialistas.

Durante todo o ano passado, foram registradas 133 doações de múltiplos órgãos e 518 doações de córneas. Foram feitos 49 transplantes de fígado, 206 de rim e 514 de córnea.

Em setembro estão previstas ações de incentivo à doação de órgãos no estado. Isso porque o mês de setembro é chamado de “Setembro Verde” em função do dia 27, dedicado aos santos gêmeos, Cosme e Damião, que são considerados patronos dos transplantes e apontados como responsáveis pelo primeiro transplante realizado no mundo – o transplante de uma perna, retratado por um pintor espanhol do século XVI, em tela que se encontra exposta no Museu do Prado, em Madri.

Fonte: Correio