Roger elogia Ernando e diz que Bahia precisa ser mais inteligente

O técnico Roger Machado foi muito resistente às perguntas sobre o recuo do Bahia diante do Red Bull Bragantino neste domingo (16), sobretudo na etapa final da partida em Pituaçu. Ainda que tenha ficado acuado, o tricolor venceu por 2×1 e segue com 100% de aproveitamento na Série A.

Segundo o treinador, o Bahia não recuou. “Não concordo com essa visão. O que se precisa entender é que futebol é sobreposição de um esquema sobre o outro. A gente não vai dominar o adversário o tempo todo, seja atuando em casa, seja fora”, rebateu Roger.

“Quando o adversário estiver melhor em campo, você tem que aprender a sofrer e não tomar gols. Buscar o contra-ataque. Acho que a gente podia ter explorado melhor os espaços quando recuperamos a bola. Ter tranquilidade para contra-atacar”, completou o técnico.

Durante a transmissão da TV Bahia neste domingo, foi possível ouvir em diversos momentos os gritos de Roger Machado à beira do campo com a sua equipe. Os pedidos eram principalmente para que o Bahia segurasse mais a posse de bola no início das jogadas.

Na entrevista coletiva, Roger explicou o que falta ao Esquadrão para ter mais eficiência nisso: “No momento em que a gente tiver uma semana livre para treinar, a gente vai estimular a saída de bola. Tem que manter-se confiante para sair tocando lá de trás”.

“Mas em alguns momentos o time tem que entender o que o adversário está propondo. Se eles estão com seis, sete jogadores no nosso campo, então tem que buscar a saída curta e buscar a profundidade, lançando nas costas da defesa alta deles. Então não é para sair tocando toda hora”, completou o comandante tricolor.

Troca decisiva

Foi Roger Machado quem bancou a escalação de Ernando nas duas partidas pela Série A do Brasileiro. O zagueiro ganhou a vaga de Lucas Fonseca, que vinha como titular há quatro temporadas. Neste domingo (16), o novo dono da posição teve bela atuação e marcou o gol da vitória do Esquadrão.

“Ernando foi premiado com uma bela partida e com um gol nos acréscimos, tal qual a gente se habituou no último um ano e meio de que no Bahia não deve se desistir nunca”, avaliou o técnico.

Na saída de campo, Ernando se emocionou e dedicou o gol aos primos, que estão internados em UTI com covid-19. Roger Machado aproveitou para dar o recado à CBF, que organiza o Campeonato Brasileiro.

“Torcedor precisa entender que jogador não é máquina. Nesse momento que a gente vive, também ficamos muito ansiosos. Desde que começou o Brasileiro, os casos se sucedem dentro da competição e estamos fazendo várias viagens. Então esses casos dentro das equipes será algo recorrente. Quem organiza hoje o Brasileirão está colocando em risco a saúde dos atletas”, afirmou.

Fonte: Correio