'Vai ter que ter ação', diz secretário Sérgio Guanabara sobre paredões

O secretário municipal de Desenvolvimento e Urbanismo, Sérgio Guanabara, afirmou nesta terça-feira (18) que prefeitura, governo e Polícia Militar estão envolvidos no trabalho para conseguir conter as festas paredão que acontecem durante a pandemia. 

“É extremamente importante para nós, envolve segurança pública e envolve decreto do governador do Estado, que decretou que não pode ter nenhum evento na cidade superior a 50 pessoas, e tem questões que a gente não pode dizer, que envolvem segurança pública, são sensíveis e não podem ser veiculadas”, afirmou.

Na mesma linha do prefeito ACM Neto, que ontem criticou quem faz essas festas, Guanabara afirmou que elas são de “uma profunda irresponsabilidade” com o momento que vivemos. “Estamos convivendo com a pandemia e são regiões com índice alto, a exemplo do Nordeste, Santa Cruz. Não vou dizer que lamento, porque a gente vai ter que ter ação. São irresponsáveis, que estão trazendo prejuízo e levando inocentes a provavelmente a óbito”, disse o secretário.

Ele também comentou o primeiro final de semana após a reabertura de bares e restaurantes na capital. Foram 27 interdições no final de semana de locais que não cumpriram o protocolo. “Não representa o universo dos bares e restaurantes que estão cumprindo o protocolo. Tem que dar o peso às pessoas que estão cumprindo, que têm responsabilidade não só com a população, mas com seus colaboradores”, destacou.

Ele lembrou que os protocolos existem para viabilizar a reabertura. “Nossa posição é que continue reaberto e a gente vá ampliando gradativamente esse tempo de abertura”, afirmou, dizendo que a responsabilidade com as regras é importante pois a pandemia continua existindo.

Por fim, Sérgio também falou da digitalização dos processos da secretaria. “Durante a pandemia conseguimos ter inclusive aumento de produtividade. É um modelo de trabalho exitoso, quem sabe a gente vencendo a pandemia continue com essa modalidade”, afirmou. “Disponibilizmaos muito serviço pela internet, onde você deixa de ter feriado, sábado, domingo, expediente”, destacou o secretário.

Fonte: Correio