Saiba quem é Diego Carlos, autor do gol do título do Sevilla

O Sevilla é hexacampeão da Liga Europa. Nesta sexta-feira (21), o time espanhol bateu a Inter de Milão, de virada, por 3×2, e faturou sua sexta taça da competição – em seis finais disputadas. O heroi da conquista foi um brasileiro, Diego Carlos, que marcou o gol da vitória com uma linda bicicleta. A bola ainda desviou em Lukaku, mas a Uefa colocou o zagueiro como autor.

O título coroou a elogiada temporada do defensor, que foi considerado a grande revelação do campeonato espanhol. Aos 27 anos, ele aparece na mira de clubes como Liverpool, Manchester City e Arsenal. Mas, afinal, quem é Diego Carlos?

Desconhecido de muitos fãs do futebol brasileiros, o zagueiro começou na base do Desportivo Brasil, da cidade de Porto Feliz, região metropolitana paulista. Depois, passou pela base do São Paulo e, então, defendeu o Paulista, de Jundiaí (SP) e o Madureira (RJ). Desembarcou na Europa em 2014, aos 21 anos, e lá construiu praticamente toda sua história como profissional.

No Velho Continente, Diego Carlos passou dois anos atuando em Portugal, no Estoril Praia e Porto B, e então foi para o Nantes, da França. Lá, fez três boas temporadas e atuou em 108 partidas. Em julho do ano passado, foi contratado pelo Sevilla, por 15 milhões de euros (R$ 94 milhões).

De acordo com o jornal As, a multa rescisória com o Sevilla é de 75 milhões de euros. Pelo clube espanhol, o zagueiro fez 45 partidas e marcou três gols. Segundo o site Transfermarkt, especializado no mundo das transferências, seu valor de mercado atual está estimado em 50 milhões de euros (R$ 331 milhões), o maior do elenco da equipe, empatado com o meia-atacante argentino Lucas Ocampos.

Com o gol que conquistou a sexta Liga Europa para o Sevilla, o brasileiro se recuperou depois de ter cometido três pênaltis – um nas quartas, contra Wolverhampton, um na semi, contra Manchester United, e um na final, contra a Inter de Milão. Substituído aos 40 minutos do segundo tempo na decisão, Diego Carlos se emocionou no banco de reservas.

Fonte: Correio